» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Quarta, 08 de novembro de 2017, 14h53

Alunos de Cuiabá resgatam amor romântico em adaptação de Shakespeare


.

Profundo conhecedor da natureza humana, o escritor inglês William Shakespeare impulsionou a trajetória dos alunos do 8º da Escola Livre Porto Cuiabá ao autoconhecimento e à descoberta do amor romântico. A peça 'Noite de Reis ou O Que Quiserdes' é uma adaptação bem-humorada e repleta de situações parecidas com a vida cotidiana, com conquistas, ilusões, enganos e redenção.

Encenada de quinta a domingo (9 a 12.11), no Espaço Cultura Liu Arruda, no TCE de Mato Grosso, a trama tem início após os irmãos gêmeos, Sebastião e Viola, sofrerem um naufrágio na costa da Ilíria, o que dá a cada um deles um destino diferente. Viola se disfarça de homem e passa a ser 'Cesário', mensageiro do Duque de Orsino que pretende ser noivo de Lady Olívia, que não o ama, e que se apaixona por 'Cesário' que, por sua vez, apaixona-se pelo Duquesa

Além de um clássico da literatura mundial, a história busca inspirar os jovens neste período do romper da adolescência a viverem intensamente o relacionamento entre o Eu e o mundo, com suas tramas muitas vezes complexas e que exigem discernimento, coragem e compaixão. "É um momento de busca da própria identidade, pois, integrar-se a uma comunidade pressupõe valor próprio", afirma o diretor e coreógrafo teatral, Luciano Oliveira.

Para Izabela Garcia, de 13 anos, que vive as personagens centrais Olívia e Viola, a experiência de participar de uma equipe de teatro, ouvindo os diferentes pontos de vista e buscando a integração entre todos foi uma das melhores experiências de vida. Além disso, adorou resgatar um texto tão complexo quanto de Shakespeare e adaptá-lo aos dias atuais. "É tão interessante, ao representar um papel de alguém que não sou eu, me senti muito mais eu, tive mais firmeza dos meus propósitos".

Os adolescentes Arthur Landgraf, de 14 anos, e Alan Luís Barbosa, de 13, estão orgulhosos do resultado obtido. "Decorar as falas, incorporar personagens difíceis, descobrir meu lado cômico, nunca me imaginei fazendo a plateia rir", diz Arthur. "O teatro é um sonho pra mim, estou aprendendo a falar melhor, a pensar de maneira diferente, com mais criatividade, interpretar alguém diferente e que possui outros valores é uma experiência rica, incrível", avalia Alan. Para Pedro Ramos, 14, fazer teatro pode mudar a vida das pessoas, a arte é ferramenta importante de conhecimento e crescimento pessoal. "A gente oscila entre vários humores, de sério, bobo, zangado, metido, é importante sair do próprio quadrado, expandir a consciência".

Realizado desde 1995, o teatro é incluso no currículo escolar no 8º e no 12º ano da escola, trazendo obras importantes da literatura universal e nacional. Por se tratar de um período em que o jovem está no terceiro setênio (fase dos 14 aos 21 anos), inúmeras mudanças físicas e psicológicas abruptas acontecem. Uma delas é a busca por um ideal, a partir do teatro é possível obter exemplos e conceitos sobre justiça, verdade, honra, sonhos e liberdade. Algumas peças já encenadas: A revolução dos beatos, de Dias Gomes(2016); A pena e a lei, de Ariano Suassuna, e O Truão Panfalão, de Nikolai Leskov (2015); e A invasão, de Dias Gomes, e A comédia dos erros, de Shakespeare (2014).

Autor

Reconhecido como o maior dramaturgo de todos os tempos, poeta nacional da Inglaterra, Shakespeare (1565 – 1616) foi o terceiro dos oito filhos de um comerciante, com a filha de um rico proprietário de terras. Como os pais empobreceram, enfrentou dificuldades financeiras, precisando trabalhar no açougue do pai e, posteriormente, como guardador de cavalos na porta de um teatro, onde logo começou a prestar serviços nos bastidores, copiando peças, ou representando pequenos papéis. Ele estudou muito e leu autores clássicos, novelas, contos e crônicas que foram fundamentais para sua formação de dramaturgo.

Após representar e adaptar peças de autores anônimos, passou a escrever as próprias, abrangendo sua obra, aproximadamente, 40 peças divididas entre comédias, tragédias e histórias, famosas até hoje. Sua produção literária e atuação tornaram-no rico. Fazem parte de seu legado: Romeu e Julieta, Tempestade, Hamlet, Otelo, Rei Lear, Henrique VIII, Ricardo II, Comédia de Erros, Sonho de Uma Noite de Verão, Muito Barulho por Nada, dentre outras. Em Noite de Reis ou o que quiserdes, também se expressa a genialidade Shakespeariana.

Serviço

As vagas são limitas, ligue e reserve seu ingresso na Escola Livre Porto Cuiabá: (65) 3028-6625. A peça será encenada nos dias 9 e 10/11, às 20h15, e nos dias 11 e 12/11, às 16h e 20h15, no Auditória do Espaço Cultural Liu Arruda (TCE/MT), em Cuiabá, no Centro Político Administrativo. O ingresso tem preço promocional de R$ 15. Curta a nossa página e acompanhe as divulgações da escola: www.facebook.com/EscolaLivrePortoCuiaba.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114