» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Segunda, 01 de janeiro de 2018, 12h29

Verão 2018 na Região Centro-Oeste


ClimaTempo

O regime de chuva na Região Centro-Oeste é fortemente dependente do verão. É nesta estação que ocorre a maior parte da chuva do ano. Faltar chuva no verão significa um sério risco de perdas graves para o setor agropecuário, que é o motor da economia do Centro-Oeste e fundamental para bom desempenho econômico da agricultura do Brasil de forma geral.

Durante os meses de verão, a chuva na Região Centro-Oeste ocorre por causa do calor e da maior disponibilidade de umidade, o que provoca temporais em pequenas áreas, mas principalmente pela influência de sistemas como Alta da Bolívia, as Zonas de Convergência de Umidade (ZCOU) e a Zona da Convergência do Atlântico Sul, a (ZCAS) que provocam chuva volumosa e persistente por vários dias consecutivos.

 

Em alguns anos, o sistema de alta pressão atmosférica conhecido como Alta Subtropical do Atlântico Sul, a ASAS, atua forte sobre o Centro-Oeste reduzindo muito a disponibilidade de umidade e consequentemente e chuva sobre a Região.

 

A crise hídrica na região do Distrito Federal foi provocada pela falta de chuva em três verões consecutivos. A chuva da primavera de 2017 atrasou um pouco, mas veio com força a partir de meados de novembro. O resfriamento que ocorre na porção central-leste do oceano Pacífico Equatorial não pode ser considerado efetivamente com um La Niña, mas colabora para a chuva no Centro-Oeste.

O que esperar para o verão de 2018? Confira a tendência climática para o Centro-Oeste elaborada pela Climatempo. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114