» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Sábado, 30 de dezembro de 2017, 09h59

Ford mustangs são transformados em relógios artesanais de luxo na europa


.

O Ford Mustang inspira entusiastas em todo o mundo e muitos deles querem mais do que dirigí-lo. Pensando nisso, os dinamarqueses Christian Mygh e Jonathan Kamstrup, da REC Watches, desenvolveram relógios artesanais feitos com peças recicladas de Mustangs clássicos. Com muito amor e criatividade, eles garimpam veículos sucateados e reaproveitam o material da carroceria para criar peças únicas. Com um só carro é possível produzir centenas de relógios, custando em torno de U$1.500 – veja o vídeo.

Eles também fazem relógios totalmente personalizados por encomenda com peças fornecidas pelos clientes. Um deles é o famoso piloto Vaughn Gittin Jr., que usa no pulso um relógio com fibra de carbono reciclada do seu Ford Mustang RTR de 700 hp da World Drift Series.

“Onde a maioria das pessoas só veria uma pilha de metal, o fantasma de um Mustang, nós enxergamos algo completamente diferente – a alma de um carro e uma história que precisa ser contada”, diz Mygh. “Eu não estou cortando Mustangs. Eu estou trazendo Mustangs que não podem mais ser reparados de volta à vida como um relógio.”

Para garantir que essas histórias continuem a ser contadas a REC Watches pesquisa meticulosamente o passado de cada veículo, conversando com seus antigos proprietários, além de reunir histórias e imagens da sua vida em um vídeo personalizado.

Cada relógio traz o número de identificação do veículo, o seu ano de fabricação e aspectos clássicos de design do modelo. Um mostrador redondo, parecido com um marcador de combustível, indica o nível de carga da bateria. Os ponteiros, a data e os números também são inspirados no emblemático painel de instrumentos do carro.

A equipe já encontrou grandes raridades, como um Mustang Raven Black 1966 descoberto na Suécia que serviu de base para a edição limitada P51-04, de 250 relógios.

Lançado em 1964 e batizado em homenagem ao avião de combate da Segunda Guerra Mundial, o Mustang tornou-se um clássico instantâneo com seu estilo radical e desempenho agressivo. Ele consolidou seu status de superastro ao protagonizar o filme “Bullitt” em 1968, com Steve McQueen, além de uma série de outros filmes e músicas. O Ford Mustang atual mantém viva a emoção com o desempenho do poderoso motor V8 de 466 cv.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114