» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Quarta, 10 de janeiro de 2018, 18h34

Heróis de Brinquedo participam do Estação da Arte


A banda de rock alternativo Heróis de Brinquedo participou do programa Estação da Arte na manhã desta quarta-feira (10 de janeiro). Os músicos Marden Tozzi, Anderson Lima e Elder Dencati vieram até a rádio web Estação TJ, no Tribunal de Justiça de Mato Grosso, e bateram um papo descontraído sobre música, carreira, histórias e trajetória de vida.

Os músicos contaram um pouco sobre como é viver do rock em Cuiabá há 13 anos, desde que fundaram a banda.

“Eu acho que nós temos o privilégio de viver de música. Hoje, o Heróis de Brinquedo é uma banda e é uma profissão para a gente. Temos que levar as coisas a sério, ensaiar, cumprir horário. Felizmente, temos o privilégio de viver de rock em Cuiabá”, afirmou Elder.

Paralelamente à banda, eles desempenham outras profissões. Elder é professor de português, Anderson é servidor público federal e Marden é estudante de Psicologia. Mesmo com tantas atribuições, eles fazem shows toda semana em Cuiabá e Várzea Grande, tanto em casas noturnas e bares quanto em eventos particulares.

O repertório da banda inclui 300 músicas de diversas bandas de rock brasileiras e estrangeiras. Os shows de cover são realizados geralmente no Malcom Pub, Clube de Esquina, Observatório N Music Bar e no Bar do Bigode.

Para eles, é motivo de orgulho representar o rock em Cuiabá durante diferentes cenários da cena musical da cidade. Ao longo dos 13 anos de carreira, os Heróis de Brinquedo já passaram pela fase com poucos locais para tocar, dificuldades de estrutura e pagamentos escassos.

“Hoje nós vivemos um cenário bem interessante em termos de locais para tocar, cachê, qualidade de som. Tem uma galera mais jovem que gosta da gente e não vai porque não pode entrar em bares, mas eles baixam nossas músicas, comentam nas redes sociais e começam a ir para os bares quando atingem a idade para ir. Tem muitos adolescentes que começam a se interessar por guitarra e violão, é bacana. O rock nunca vai morrer, pode até adormecer, mas morrer jamais”, pontuou Marden.
Durante a entrevista, eles tocaram as músicas “Há tempos”, de Legião Urbana, “Exagerado”, de Cazuza, e a música autoral “Catador de latinhas”, composta por Anderson. Conheça AQUI o trabalho autoral da banda.

Estação TJ – Questionados sobre o espaço que o Poder Judiciário abre para a arte regional, os Heróis de Brinquedo elogiaram a iniciativa.

“Acho bacana por ter a referência cultural, porque a vida é feita de cultura. Às vezes temos a ideia do Tribunal de Justiça como algo formal e de repente ter um espaço aberto para a divulgação cultural é sempre bacana. Faz bem para suavizar o dia de quem trabalha, desacelerar a vida e não ficar só naquela de trabalhar”, frisou Anderson.

Para conhecer melhor o trabalho dos Heróis de Brinquedo, acompanhe a banda pelo Youtube, Facebook e Instagram.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114