» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Sexta, 12 de janeiro de 2018, 05h46

As curiosidades da Torre Brasília do Santuário de Aparecida

Galeria de Fotos (6 imagens)

As curiosidades da Torre Brasília do Santuário de Aparecida

  1. Torre Brasilia6.jpg

  2. Torre Brasilia5.jpg

  3. Torre Brasilia4.jpg

  4. Torre Brasilia3.jpg

  5. Torre Brasilia2.jpg

  6. Torre Brasilia1.jpg


 

A Torre Brasília, localizada no complexo do Santuário Nacional, domina a visão daqueles que acorrem a Casa da Mãe diariamente, para pedir a intercessão de Nossa Senhora Aparecida. Com seu porte majestoso, a imensa torre de cem metros de altura possui dezoito andares com quatrocentos e quarenta degraus, e comporta a maior parte dos setores administrativos do Santuário, além do Museu Nossa Senhora Aparecida e do Mirante, que podem ser visitados pelos romeiros.

Durante a construção da Torre Brasília, foram empregados doze mil sacas de cimento. Sua estrutura foi doada pelo então presidente Juscelino Kubitschek e fundida na cidade de Volta Redonda (RJ), na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Seu peso total é de um milhão e quinhentas mil toneladas, cerca de mil e trezentas vezes mais pesada que a estátua do Cristo Redentor, situada no Rio de Janeiro. O investimento feito na época foi de mais de quarenta milhões de cruzeiros, o que corresponde a cerca de quatorze mil e quinhentos reais. Números que até podem impressionar, mas que certamente são irrisórios diante da beleza e majestade da torre.

O prédio, bem como toda a Basílica, foi projetado pelo arquiteto Benedito Calixto de Jesus Neto, e construído sob a orientação de engenheiros americanos. A obra foi inaugurada no ano de 1961, mas só recebeu a cruz que há em cima da Torre, no dia 6 de dezembro de 1963 em uma cerimônia presidida pelo então Arcebispo coadjutor de Aparecida, Dom Antônio Ferreira de Macedo. Na ocasião, uma capsula foi parafusada na parte superior da cruz, contendo uma relíquia do santo lenho, juntamente com o certificado de autenticidade, além de uma medalha de Nossa Senhora Aparecida e o Agnus Dei (pequena medalha feita de cera do círio pascal que foi abençoada pelo Papa). Nela também foi gravada a inscrição "Protege Domine plebem tuam per signum Sanctae Crucis" (Protegei, Senhor, o vosso povo pelo sinal da Santa Cruz), trazendo ainda a assinatura do Cardeal Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, o primeiro arcebispo de Aparecida, e a data de 1963.

No dia da inauguração da Torre em 11 de janeiro de 1961, estavam presentes o então presidente Juscelino Kubistchek, que descobriu a placa da Torre Brasília, o Cardeal Motta, Dom Macedo e outras autoridades eclesiásticas, militares e políticas. Durante seu discurso, JK afirmou que não vinha à inauguração para receber agradecimentos por ter ajudado na construção, pois ao doar a estrutura ele fazia não só sua vontade, mas a de todo o povo brasileiro.

No ano de 2007, a Torre ganhou um relógio de quatro toneladas construído em Madrid, com patrocínio de empresas europeias e da relojoaria Cândido Valverde. Cada ponteiro do relógio que indica as horas mede 5,3 metros e pesa 190 kg, enquanto os que marcam os minutos têm 7,4 metros e pesam 248 kg. A iluminação do relógio é feita com 12 mil leds, dispostas em 400 metros de tiras, instalados nos ponteiros e nos numerais.

Após tantos anos de construção, a Torre Brasília continua cumprindo seu papel, apontando para o céu e recordando a todos a hora de rezar, seja pelo som dos sinos ou pelo imenso relógio que domina suas quatro faces.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114