» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Quinta, 05 de abril de 2018, 12h37

Missa marca posse de Redentoristas no Santuário do Bom Jesus de Pirapora


.

Os Missionários Redentoristas da Província de São Paulo iniciam um novo capítulo de sua história na próxima sexta-feira (6). A data marca o início dos trabalhos da Congregação do Santíssimo Redentor no Santuário do Senhor Bom Jesus da Pirapora. O pontapé inicial será dado com a missa de posse às 20h, no Santuário do Bom Jesus. Antes disso, às 19h, os religiosos serão acolhidos no Portal dos Romeiros, local de chegada dos peregrinos que se dirigem à Pirapora do Bom Jesus (SP).

Próximo da capital paulista, o município onde está localizado o Santuário recebe grande fluxo de fiéis. Só na Semana Santa foram mais de 80 mil deles, fazendo de Pirapora o segundo maior destino do turismo religioso no estado de São Paulo, ficando atrás apenas de Aparecida, de acordo com o Ministério do Turismo.

Os índices alimentam os sonhos dos Missionários Redentoristas, que já vislumbram um futuro promissor para o Santuário e a devoção ao Bom Jesus. “O desejo da Província de São Paulo é fazer de Pirapora um grande centro pastoral popular que atinja a população da grande São Paulo e de outras cidades do interior”, confidencia o superior da província paulista, padre Inácio de Medeiros.

A nova comunidade é formada por religiosos jovens, mas que já possuem experiências pastorais anteriores. A começar pelo superior da nova casa, padre Rodrigo Arnoso. O sacerdote, que já atuou no Santuário Internacional de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Roma e exerceu o cargo de prefeito de igreja no Santuário Nacional de Aparecida, assumirá agora uma nova missão, atuando tanto como reitor do Santuário do Bom Jesus quanto como pároco local. Compõem ainda a equipe os padres José Afonso Savassa e João Paulo Ramos, além do frater Heliomarcos Ferraz.

Entre os desafios da nova comunidade está o de fomentar a devoção ao Senhor Bom Jesus e acolher os milhares de peregrinos que visitam o local. “Vamos assumir esta atividade para dinamizar e levar vida àquela parcela do povo de Deus. Desejamos fazer isso na alegria do Evangelho e ali anunciar a copiosa Redenção aos milhares de peregrinos que passam pelo Santuário de Pirapora”, destaca padre Rodrigo.

Além do Santuário Diocesano, os Missionários Redentoristas assumirão também a paróquia do Senhor Bom Jesus e outras quatro comunidades urbanas e outras duas em processo de formação.

Bom Jesus de Pirapora – A devoção ao Senhor Bom Jesus de Pirapora se iniciou em 1725, quando a Imagem de Jesus flagelado e coroado de espinhos foi encontrada nas águas do rio Tietê por um morador local. Ele a levou para sua casa e iniciou uma devoção doméstica que aos poucos atraía mais pessoas. Sabe-se, por meio de documentos, que em 1825 já haviam relatos de milagres alcançados no local de veneração daquela Imagem.

Em 1887, a então Capela do Bom Jesus foi elevada ao status de Santuário diocesano, se tornando, dez anos depois, sede paroquial. O local abriga a Imagem encontrada há quase 300 anos, que pode ser vista no altar principal do templo.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114