» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Terça, 22 de maio de 2018, 19h54

Rogê Além faz show em VG nesta quinta-feira (24)


.

Com incentivo do edital Circula MT, da Secretaria de Estado de Cultura, Rogê Além chega ao Observatório N Music Bar, em Várzea Grande, nesta quinta-feira (24). Para aquecer as turbinas, às 20h, o DJ Flávio Ricarte - do coletivo de música eletrônica Sinestesia.Art - dá início à noite que promete ser bastante agitada.

Este é mais um show previsto pela turnê de divulgação do disco Analosintético, lançado em abril deste ano. O artista começou as apresentações por cidades mato-grossenses.

Depois de passar por Sinop e Rondonópolis, agora é a vez da Baixada Cuiabana. Logo, segue segue para o Sesc Arsenal, onde realiza o encerramento da circulação por Mato Grosso, no dia 29 de maio, às 20h.

Com Analosintético, já disponível em plataformas de música da internet, Rogê Além, adentra o universo da música experimental brasileira. Tal qual outros grandes nomes da MPB que vez ou outra se utilizam de timbres, guitarras e beats sintéticos em suas produções, ele aposta em uma música mais intuitiva subsidiada por recursos tecnológicos.

Por seis meses, o compositor, cantor e produtor, atuou em todas as frentes. Não esteve em um grande estúdio, mas em seu recanto, entrou em processo imersivo, tal qual o de um cientista em seu laboratório. A fusão da organicidade do sentimento, à poética existencialista de suas letras e sonoridade de plástica sintética que resulta da utilização de softwares, deu origem ao disco cintilado por várias atmosferas. Tem romance, música para dançar, um tom lisérgico, apocalíptico e especialmente, certa dose de world music – representada pelo tom hipnótico de mantras indianos – e ainda, da improvisação jazzística.

De acordo com o artista, é um disco que marca um novo tempo na carreira. “Este trabalho replica uma série de mudanças. Me desfiz de conceitos pessoais e artísticos, ressignifiquei minha música. Com a utilização de um software me assumi compositor também, fui de encontro a um milhão de possibilidades timbrísticas. Estou me reposicionando no mercado como um artista que aposta em um produto musical orgânico e intuitivo. Apreciar este momento é o meu foco”, explica.

Para a nova produção – que sucede um disco com a banda Engenho de Dentro e um EP solo – traz 11 faixas. Altamente existencial e biográfico, a produção musical é aguçada pelos sentimentos de Rogê.

“É a externalização de um sentimento pessoal que eu tenho certeza que vai tocar muita gente. Quero que minha música seja libertadora, que as pessoas possam refletir, possam ser felizes também. Que elas se sintam encorajadas. É para balançar o corpo e sacudir a alma”.

A direção geral e artística, bem como a produção musical do disco é dele. Para arrematar a parte técnica, a mixagem e masterização ficou a cargo de Leonardo Lima. Já a concepção visual e a direção artística que amarram o conceito é fruto do trabalho de Eduardo Dario, com apoio da fotógrafa Mariangela Ferruda Zilli e styling por Anne Neubauer.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114