» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Segunda, 04 de junho de 2018, 17h15

Casa de Artes amplia o acesso à população a cultura regional


.

A Superintendência de Cultura de Várzea Grande vai instituir com os demais setores da administração pública, como Educação, Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo, a promoção e articulação de políticas públicas de cultura, cujo objetivo é o de fomentar ações que busquem a valorização da cultura regional.

Para que isso aconteça à pasta estará elaborando e institucionalizando programas e projetos estratégicos para ampliar ainda mais a relação entre a cultura em diversas áreas de atuação da sociedade.

“A nossa proposta é realizar programas em parceria com diversos órgãos públicos e privados para a difusão da nossa cultura e, ao mesmo tempo, mostrar o que Várzea Grande tem de melhor, seja no artesanato, na música, na gastronomia ou na dança, sem esquecer os diversos pontos turísticos da cidade. Queremos construir um sistema de gestão compartilhada e em rede, para estimular a criação e circulação dos artesanatos produzidos no município e que estão expostos, em sua totalidade, na Casa de Artes”, destacou a Superintendente de Cultura, Maria Alice de Barros Silva.

Segundo a superintendente, o setor também quer estabelecer uma agenda compartilhada de programas, projetos e ações entre os órgãos de cultura de todo o Estado para o desenvolvimento de trabalhos conjuntos. ‘A nossa superintendência esta atuando em diversas modalidades com produção e comercialização de artesanatos expostos em diversos pontos da cidade e principalmente na Casa de Artes, que esta localizada no centro da cidade, um ponto forte do comercio local. A Casa de Artes ainda mantém a mesma arquitetura , desde sua implantação, por isso a necessidade de ser tombada como patrimônio histórico”, destacou.

 

.

Para o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Sílvio Fidelis, a Superintendência de Cultura, tem fortalecido o resgate cultural bem como desenvolvendo programa e ações, que também integram fatores econômicos e sociais. “É necessário a implantação de projetos que tenham como objetivo transmitir e fortalecer a prática de produção artesanal, bem como firmar o potencial turístico de Várzea Grande mantendo o desenvolvimento socioeconômico do município. A participação dessas secretarias municipais é necessária para esse processo do fortalecimento e fomento da cultura local”, assegurou.

Além das exposições em eventos organizados por instituições não governamentais a Casa de Artes, para ampliar a divulgação e comercialização dos produtos está operando em seis diferentes pontos, sendo um na sede da Casa de Artes, localizada na Praça Aquidaban, outro no hall de entrada do Palácio Municipal Júlio Domingos de Campos(Prefeitura Municipal), na Peixaria Tarumã, localizada no distrito de Bonsucesso, no Restaurante Porto da Conceição, na Passagem da Conceição, no Restaurante Mirante das Águas ,no Jardim Potiguar, e no Várzea Grande Shopping. Essas ações visam estimular ainda mais a participação dos artesões e artistas, colocando em vitrine os seus produtos.

Em maio, mês de aniversário de Várzea Grande, a Concessionária Orion Veículos, revendedora da marca Toyota, homenageou o município com a plotagem em seus carros dos ícones da cidade, quer seja representados pela arte, cultura, folclore e locais históricos.

A Banda Municipal também integra as atividades da Superintendência de Cultura, e tem se destacado em eventos organizados pelo município, bem como atendendo a convites para participação junto a instituições não governamentais e privadas, como exemplo do evento da Infraero, que reuniu centenas de pessoas, e foi apresentado um repertório bastante eclético indo deste músicas clássicas ao MPB, e popular regional, o que encantou o público presente, pela qualidade e variedade.

O projeto ‘Cinema na Praça’ é outra atividade da Casa de Artes, que consiste em democratizar a cultura, principalmente a cinematográfica Regional Mato-grossense, com exibição de sessões, em praças públicas da cidade, levando as comunidades cultura e lazer.Agregado ainda as sessões de cinema ,acontecem paralelamente a feira gastronômica e exposição de artesanatos local.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114