Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Quarta, 13 de junho de 2018, 03h35

Produções de Arne Sucksdorff estão em cartaz no Cineclube Coxiponés


O Cineclube Coxiponés da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) exibe o filme "Fábula: meu lar é Copacabana" (Brasil, 1965, 110'), de Arne Sucksdorff, atração desta quarta-feira (13) às 19h, na Sala Névio Lotufo. Um episódio da série "Mundo à parte" (Brasil, 1970, 20'), também dirigida por Sucksdorff, dá início à sessão. A classificação indicativa é livre e a entrada é gratuita.

Os filmes compõem a programação do projeto de extensão "Cinema brasileiro: um percurso alternativo sobre a história", coordenado por Leonardo Esteves, professor dos cursos de Radialismo e Cinema & Audiovisual da UFMT. O projeto consiste na exibição de filmes de diferentes períodos do cinema brasileiro, sempre seguida de conversa com os participantes da sessão. As exibições integram uma programação complementar à disciplina “Cinema Brasileiro”, que Esteves oferece no primeiro semestre da graduação em Cinema & Audiovisual.

Sobre os filmes exibidos

No filme "Fábula: meu lar é Copacabana", três irmãos órfãos são despejados do barraco onde vivem. Eles acabam conhecendo um quarto garoto e juntos invadem uma casa abandonada e passam a morar ali, mas são expulsos por bandidos. Sem ter para onde ir, encontram nas areias da praia de Copacabana um lugar seguro para viver. Até que um deles fica gravemente doente.
A série "Mundo à parte" retrata as viagens feitas pelo casal Arne e Maria Graça Sucksdorff pelas fazendas do Pantanal de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, locais por onde realizaram, durante seis anos, ensaios fotográficos, pesquisas de campo, catalogação de espécies e plantas exóticas, em meio ao convívio com a natureza e cultura pantaneira.

O sueco Arne Sucksdorff dirigiu filmes premiados mundialmente (como o curta “Ritmos da cidade”, que recebeu o Oscar em 1949; “Vila Indiana”, que recebeu o prêmio de melhor curta-metragem no Festival de Cannes em 1952; e “A grande aventura”, que em 1954 recebeu a Palma de Ouro em Cannes). Na década de 1950, a convite da Unesco, Arne veio ao Brasil e ofereceu um curso de cinema para jovens realizadores brasileiros que viriam a desempenhar papel fundamental no movimento do Cinema Novo.

Atraído pelo Brasil, Arne filmou no Rio de Janeiro. Em 1968 conheceu e fotografou o Pantanal mato-grossense, vindo a se estabelecer no estado de Mato Grosso, onde se casou com a engenheira agrônoma Maria Graça, em 1970. Arne faleceu em 2001. Maria reside até hoje em Cuiabá, onde também vivem os dois filhos do casal, Anders Eduardo e Claudio Arne. Aproveitando a exibição de “Fábula” e “Mundo à parte”, no mês de junho o pôster colecionável da programação mensal do Cineclube Coxiponés homenageia o casal Arne e Maria Sucksdorff. O pôster foi desenvolvido pela Modos Loja.

Sobre a Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés

As exibições do projeto “Cinema brasileiro: um percurso alternativo sobre a história” acontecem na Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés, vinculado à Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev). A sala fica dentro do Cineclube, que está localizado nas imediações do Centro Cultural no Câmpus de Cuiabá e pode ser acessado pelo bosque e vias próximas à Adufmat, ou pela entrada localizada nas proximidades da Caixa Econômica Federal da Rua 1 do Bairro Boa Esperança. Mais informações: (65) 3615-8349.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114