» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Quinta, 21 de fevereiro de 2019, 20h35

Victor Hugo agora é embaixador da cultura cuiabana


Título inédito foi concedido pela Câmara de Vereadores de Cuiabá como forma de fomentar ações nas comemorações dos 300 anos da capital. O artista plástico agora é o divulgador oficial da cultura regional para o Brasil e o exterior

Um título inédito concedido pela Câmara de Vereadores de Cuiabá, na manhã desta quinta-feira (21), elevou o artista plástico Victor Hugo dos Santos ao posto de Embaixador da Cidade de Cuiabá. A iniciativa foi do vereador Toninho de Souza (PSD), por meio do Decreto Legislativo nº 006, de 05 de janeiro de 2019. “Cinquenta anos de carreira, exposições mundo afora e um comprometimento ímpar com a cultura regional que o credenciou a receber a primeira comenda da Casa nesse sentido”, justificou o parlamentar. A proposição foi endossada por unanimidade pelo Legislativo e marca uma série de ações da câmara nos 300 anos de Cuiabá. “Hoje tenho essa credencial e já vamos começar a trabalhar em prol da cultura, dos movimentos organizados, iniciativas populares e, também, da divulgação da nossa querida cidade”, justificou Victor Hugo.

Victor Hugo nasceu em Itiquira, distante 347 quilômetros da capital, mas vive em Cuiabá desde adolescente. Sujou as mãos de tinta pela primeira vez em 1968 pintando cartazes em cinemas da cidade e, logo, se apaixonou pelas artes plásticas. A paixão pelos traços e cores pelas quais começou a retratar as paisagens do Pantanal e de Chapada dos Guimarães não demorou a chegar. Em pouco tempo Victor absorveu o falar, o cotidiano peculiar com o guaraná ralado, os aromas e os sabores da terra. Se tornou cuiabano de fato. “Agora, é um representante legal da nossa cidade e da nossa cultura”, comemorou Toninho de Souza. Para o vereador, Victor Hugo já fazia muito por Cuiabá. “Agora, ele fará de forma oficial e com o mesmo brilhantismo”.

“Quando idealizamos o título, relacionamos dezenas de nomes ligados às artes plásticas, música, literatura, sétima arte, teatro, além de profissionais liberais de várias áreas que também representam Cuiabá no cenário nacional e internacional. No entanto, o diferencial de Victor Hugo fez a diferença e não há como não se entusiasmar com a sua história”, falou Toninho de Souza ao citar detalhes de como surgiu a ideia do título. “É uma honra ser o primeiro Embaixador da Cidade e já tenho algumas ações planejadas para fazer dessa honraria uma prática no meu cotidiano de artista”, respondeu Victor Hugo.

Além de reconhecido em Mato Grosso, Victor Hugo coleciona uma série de trabalhos que o projetou internacionalmente como ativista da cultura e do meio ambiente por meio da sua arte. Um de seus trabalhos mais recentes é o Projeto Fauna Mataviva - a arte em defesa dos animais do Pantanal, Amazônia e Cerrado, com exposições a céu aberto nos parques da cidade, no Ibirapuera (SP), Central Parque (Nova York), Nova Jersey e Washington nos Estados Unidos. Já expôs também em Lima (Peru) e Munique (Alemanha).

O artista também se destacou ao retratar os ex-governadores de Mato Grosso, Papa João Paulo II, jornalista Roberto Marinho, Papa Bento XVI e imortais da Academia Brasileira de Letras, entre outros trabalhos institucionais. Na literatura, o Embaixador da Cidade de Cuiabá ilustrou cinco livros sobre educação ambiental, escritos pelo prof. Arnaldo Niskier (ABL): "Uma aventura no Pantanal - 1991" "Chapada, um mistério de outro mundo - 1992" "liberdade para as araras azuis - 1993" "Bafafá no reino dourado - 2002" e "Uma aventura no Pantanal - 2003", que foi editado em japonês pela Universidade de Kyoto.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114