Cuiabá | MT 16/10/2021
Variedades
Domingo, 10 de outubro de 2021, 16h32

Ação social de Dia das Crianças atende quase 500 meninos e meninas de Cuiabá


A previsão era de atender 250 crianças, mas o número quase dobrou neste sábado (9/10) na festa em homenagem ao Dia das Crianças no Bairro Silvanópolis, região carente de Cuiabá. O evento foi mais uma ação do “Ajude a criar novos sonhos”, liderada pela Corregedoria-Geral da Justiça via Comissão Estadual Judiciária de Adoção (CEJA) e a Associação Mato-grossense dos Magistrados (AMAM). O objetivo foi estar mais próximo da comunidade e atender necessidades básicas da garotada em um dia que deveria ser festivo. Uma festa com vários presentes, pipoca, algodão doce, diversas frutas, geladinho, picolé e cachorro quente, além de muitos brinquedos, como pula-pula, escorregador e touro mecânico. O evento foi possível graças doações de várias pessoas, empresários, servidores e magistrados do Poder Judiciário de Mato Grosso, a Polícia Militar também este presente e foi atração à parte.

Famílias como da dona Sueli de Lima Moraes de 53 anos foram beneficiadas. Ela cria dois netos e ajuda a filha de 29 anos a criar outros cinco filhos, com idades entre um e 11 anos. ”Estes dois perderam a mãe em um acidente, minha filha também, aí fiquei com eles. A festa é muito boa pra todos nós. Aqui temos comida e ajuda. Pra quem é pobre ajuda muito. Não teria condições de pagar brincadeira pra eles todos”, disse a moradora do bairro que não consegue emprego por estar cuidando dos netos. “Pra nós é muito importante vivermos em uma comunidade carente de tudo e hoje é dia de festa. Todos recebem os mesmos presentes e comem a mesma comida”, disse a líder comunitária da região, Antônia Xavier de Oliveira. Ela explicou que o bairro tem 20 anos e que mantém um projeto social. “Tentamos atender a todos, mas sempre precisamos de ajuda e a Justiça veio pra nos socorrer algumas vezes, isso dá tranquilidade pra gente. As coisas não estão fáceis”, concluiu emocionada a líder de cerca de 800 famílias.

O presidente da Amam, juiz Tiago Souza Nogueira de Abreu, revelou que somente após o início da pandemia 11 bairros carentes da grande Cuiabá já foram beneficiados. Cerca de duas toneladas de alimentos foram distribuídas com a ajuda de doações. “Temos como critério os bairros mais carentes. Este tipo de ação só é possível com a ajuda da sociedade. Servidores, magistrados, empresários, comerciantes e muita gente que acredita no bem nos ajuda”, agradeceu o representante da Amam. Ele ainda lembrou que as ações continuam e no final deste mês tem nova entrega de 250 sacolões em outro bairro da Capital. “Nós queremos ajudar, mas acabamos recebendo muito em troca. Mais recebemos do que damos, a propósito. Sair do gabinete, deixar o papel de lado e conhecer a realidade destas famílias, o que elas vivem é bom pra gente também. É uma Justiça mais participativa, mais perto do povo”, ressaltou uma das juízas voluntárias da ação, Olinda de Quadros Altomare Castrillon.

“Para conseguirmos este resultado só mesmo com muita união. As doações foram bem empregadas e ver o sorriso das crianças é muito bom pra todos nós. O resultado está aqui, visível. Agradecemos a cada pessoa que doou, algumas preferem nem aparecer, outras fazem questão de estarem aqui e quem ganha é a comunidade”, considerou a juíza voluntária Ana Cristina Silva Mendes. A ação teve a participação de juízes do interior como a juíza Sabrina Andrade Galdino Rodrigues, de Mirassol D´Oeste. Uma festa grandiosa com a ajuda solidária. Os funcionários da Rede Flex, empresa de créditos de celular e máquinas de cartões também ajudaram muito. “Compreendemos que colaborar com este tipo de ação é necessário, além de coincidir com políticas sociais da empresa. Meus funcionários vieram de forma voluntária e eu e minha esposa doamos valores para aquisição dos presentes e alimentos”, revelou o empresário Francisco Augusto Welter.

Enquanto a garotada se divertia e comia o esquadrão de bombas do Bope, a Rotam, a Polícia Ambiental e o Ciopaer com o helicóptero eram outras atrações no evento. Os policiais conversaram com crianças e pais e mostraram equipamentos e até cães treinados. A garotada gostou. Felipe de 12 anos disse que quer ser policial quando crescer. “Vou estudar pra isso e ajudar os outros”. E acha que apenas a criançada se divertiu? As irmãs Vanessa Araújo de Almeida de 18 anos e Andressa de 11 anos também aproveitaram. “Nossa mãe é voluntária para entrega de comida e nós cuidamos dos nossos outros dois irmãos menores. Enquanto eles brincam, passeamos por aqui, comemos e conversamos bastante. Está muito bom o ambiente”, disse Vanessa.

Um dia de muita alegria para a família da Sara Costa Nunes de 27 anos. “Tenho seis filhos a mais velha tem 11 anos, foi aniversário dela no início do mês e amanhã será de outro filho meu. Não tinha dinheiro pra comprar presentes e agora eles já ganharam e gostaram muito”, concluiu a mãe.

Em outra ação do “Ajude a criar novos sonhos” as servidoras da Ceja entregaram ao longo da semana brinquedos para crianças a adolescentes acolhidos. Em Cuiabá foram 65 crianças e adolescentes de seis casas lares. Casa da Criança Cuiabana 1, 2 e 3, Casa Lar - Família Social, Projeto Nossa Casa e Projeto Nosso Lar. Em Várzea Grande são 16 acolhidos; quatro casas lares do Projeto Vida Nova. “Este é um de nossos objetivos, mostrar que eles existem e falar sobre Adoção. É uma oportunidade para a Justiça estar mais próxima deles e ouvi-los também, além de despertarmos a sociedade para a temática”, considerou a juíza auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça do Poder Judiciário, Christiane Costa Marques Neves. Ela representou o corregedor, desembargador José Zuquim Nogueira.
 




Busca



Enquete

Quem é o mais culpado pela não conclusão do VLT em Cuiabá?

Mauro Mendes quando prefeito de Cuiabá 2013/2017?
Emanuel Pinheiro quando deputado estadual 2010/2014?
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114