» mais
Comentar           Imprimir
Turismo
Segunda, 24 de abril de 2017, 11h22

Várzea Grande divulga potencial turístico, cultural e gastronômico na FIT Pantanal 2017


.

A segunda edição da Feira Internacional de Turismo do Pantanal - FIT, que na programação Várzea Grande se fez presente com a cultura, economia, gastronomia, arquitetura histórica das igrejas e casarões a exemplo das igrejas Nossas Senhora do Carmo e Nossa Senhora da Guia, o Memorial Júlio Campos e a Casa de Artes, setor de hotelaria e de restaurantes mostrou durante a realização do evento que aconteceu de 20 a 23 de abril, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá, o potencial turístico, cultural, histórico e acima de tudo que a cidade caminha para o desenvolvimento sustentável no fortalecimento da agricultura familiar e turismo ecológico. O evento foi promovido pelo Governo de Mato Grosso, com tema principal “Sustentabilidade para o Desenvolvimento do Turismo”.

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo de Várzea Grande, Kalil Baracat de Arruda, considerou positiva a presença do município ao evento, principalmente na oportunidade de mostrar os potenciais da cidade. “Na a área de turismo a nova ótica brasileira e mundial são observadas as mudanças de comportamento. A tendência é a economia do compartilhamento, agregando valores com o turismo sustentável, unindo a cultura e a mudança na economia da cadeia produtiva, no reforço a agricultura familiar e produção de produtos utilizados na gastronomia, da produção orgânica, formando assim uma Rede de produção sustentável, e sem prejudicar o meio ambiente. Já existem experiências praticadas em Várzea Grande. Esse conceito de turismo sustentável tem a proposta de gerar crescimento socioeconômico aos municípios que possuem potencial turístico e aumentar renda. Todos estão acessíveis a estas mudanças, visando a saúde e o bem estar da sua população e o crescimento econômico”,disse o secretário.

 

.

O secretário de Governo, César Alberto Miranda disse da importância do turismo em Várzea Grande para o desenvolvimento econômico do estado. “Cada turista que nos visita, fortalece a economia, permite criar empregos, em diversas áreas diferentes, diretamente relacionadas. É uma cadeia de segmentos envolvidos. Muitas pessoas que visitaram o estande de Várzea Grande ficaram surpresos com a riqueza da culinária da ‘rota do peixe’ que leva até as comunidades de Passagem da Conceição e Bonsucesso. Divulgamos Várzea Grande para cada profissional do turismo e também turistas. Acredito que a nossa presença na FIT resultará em mais oportunidades de negócios para a nossa cidade e no estímulo para investimentos por parte do empresariado ”, completa César Miranda.

 

.

Segundo os dados da organização, foram mais de oito mil inscrições, 200 expositores e mais de 10 mil visitas por dia. “Nosso objetivo é que absorvam conhecimentos para fins turísticos. Queremos transformar o turismo num pilar da economia do nosso Estado, assim como o agronegócio. Para isso precisamos de parcerias, governo, trade turístico e a sociedade e os municípios, cada qual com sua cadeia produtiva fortalecida, e de Conselhos Municipais e Estaduais de Turismo fortes, para manter o alinhamento. A integração dos estados é outro fator necessário para formarmos o corredor do turismo”, destacou Luiz Carlos Nigro, secretário adjunto de Turismo do Estado, pasta vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

A secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Helen Farias Ferreira, ainda destacou a presença de Várzea Grande com a agricultura familiar e os produtos hortifrutigranjeiros. “Mostramos o quanto Várzea Grande está fortalecida economicamente, pois concentra uma das maiores e mais diversificadas produções de agricultura familiar, o que mostra que nossa economia é forte. Outro ponto é que em Várzea Grande se concentram indústrias alimentícias, de cerâmica, de bebidas, metalurgia, indústria de colchões e agroindústria do estado, sem falar no aeroporto que atende a capital e está localizado em Várzea Grande”, ponderou. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114