» mais
Comentar           Imprimir
Turismo
Quarta, 13 de dezembro de 2017, 09h31

Governo apresenta modelo de concessão e gestão do Complexo Turístico da Salgadeira


Foto: Mayke Toscano
.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Adjunta de Desenvolvimento do Turismo e da MT Participações e Projetos – MT PAR, realizou nesta terça-feira (12/12) uma reunião para apresentar aos empresários do ramo de bares, restaurantes e similares, a proposta de gestão do Complexo Turístico da Salgadeira, na rodovia que dá acesso a Chapada dos Guimarães.

Um dos principais pontos turísticos de Mato Grosso, o complexo da Salgadeira está sendo reestruturado para atender aos turistas de todo país. A obra do complexo encontra-se em ritmo acelerado e a conclusão está prevista para abril de 2018.

Durante a reunião, o secretário adjunto de Turismo, Luis Carlos Nigro fez a apresentação do projeto de reestruturação da Salgadeira, enquanto a diretora-presidente da MT PAR, Maria Stella Okajima Conselvan, apresentou o modelo de concessão a ser feito junto ao setor privado e às organizações sociais. A prefeita do município de Chapada dos Guimarães, Telma de Oliveira, também participou da reunião.

Dezenas de empresários do ramo, tanto do município de Chapada quanto de Cuiabá, participaram, assim como outros representantes do setor turístico, como guias de turismo, donos de pousadas, entre outros.

O projeto do novo complexo inclui um amplo restaurante, uma loja de souvenires, banheiros para uso do público, playground para crianças, um estacionamento com capacidade para 90 veículos e seis ônibus, espaço para instalação de um Centro de Pesquisa Ambiental e a administração do complexo.

O sistema de coleta e tratamento do esgoto local também foi todo reestruturado.

A proposta de gestão da Salgadeira é divida em duas partes: a primeira prevê uma licitação para a concessão do restaurante e da loja de souvenires; a outra para a gestão de todo o complexo turístico, que poderá ser feita através de chamamento público. A gestão da Salgadeira será feita de forma compartilhada entre o Governo do Estado e a Organização Social que vencer o chamamento.

A área do restaurante será entregue pronta pelo Governo, incluindo piso, vidros e outros benefícios. A empresa que ganhar a concessão do espaço ficará responsável por equipar o restaurante e gerir.

Já Organização Social que ficar responsável pela gestão do complexo terá como incumbência cuidar da segurança do local, da limpeza, gerir o estacionamento – que poderá ser pago – e o Centro de Pesquisa Ambiental.

“A reunião foi excelente, os empresários deram várias sugestões à proposta de concessão e gestão do complexo da Salgadeira. Muitas das sugestões, com certeza, serão acrescentadas ao projeto. O que vamos fazer agora é formatar a proposta definitiva, para podemos viabilizar a concessão do restaurante e de toda a gestão do complexo, para lançarmos a licitação”, explicou o secretário Luis Carlos Nigro.

A licitação e o chamamento público estão previstos para serem lançados em janeiro de 2018, para que o contrato possa ser fechado e o complexo seja aberto ao público em abril do ano que vem.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114