» mais
Comentar           Imprimir
Turismo
Domingo, 11 de fevereiro de 2018, 14h32

Pousada Piuval leva a sustentabilidade ao Pantanal


Clarice de Abreu (esq.), captação de água da chuva e passeio pelo pantanal. Créditos: Danilo Borges/ MTur

Prestes a completar 30 anos de existência, a Pousada Piuval pode dizer que nunca esteve tão bem quanto agora. Instalada a 110 km de Cuiabá e a 10 km de Poconé, no Mato Grosso, a pousada pantaneira, inaugurada em 1989, teve um 2017 inesquecível. Vencedora do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2017/2018 nas categorias Meio de Hospedagem e Top Sustentabilidade, a Piuval colhe os frutos das iniciativas adotadas nos últimos anos e comemora o reconhecimento.

“Ganhar o prêmio foi muito gratificante, a pousada está sendo muito mais valorizada”, celebra Eduardo Eubank, diretor do empreendimento. “Os turistas vêm até aqui, sabem que somos sustentáveis e isso faz com que eles escolham a gente. A sustentabilidade foi uma escolha muito certa. Receber esses prêmios foi maravilhoso e temos que continuar plantando essa semente para que todos façam igual.”

Caminhando pela propriedade da pousada é fácil perceber algumas das iniciativas que acabaram rendendo os prêmios da Braztoa. O lixo é separado, as calhas captam a água da chuva e as placas solares instaladas no teto de um dos blocos captam energia para os chuveiros elétricos. Mas estas são apenas algumas das práticas que tornam a Piuval uma referência em sustentabilidade.

Reconhecida pela norma 15401 da ABNT, em parceria com o MTur, como pousada sustentável desde o ano passado, a Piuval tem todo um sistema voltado para a preservação do meio ambiente. “Fazemos a coleta do lixo e levamos para os recicladores de Poconé; coletamos a água da chuva para reuso na jardinagem; reutilizamos as águas cinzas, do chuveiro, da pia e do ar condicionado, que são tratadas e voltam para o vaso sanitário; temos placas solares, bloqueadores de energia nos quartos e estamos implantando lâmpadas de LED”, enumera Eubank, que ainda instalou uma estação compacta de tratamento de esgoto na propriedade.

Todo o cuidado na parte estrutural é refletido na equipe responsável por administrar a pousada, toda composta por membros da comunidade local. Da recepção às camareiras, passando pelos guias e cozinheiros, todos os funcionários abraçam a causa e se preocupam com a sustentabilidade do negócio.

“Me sinto privilegiado por fazer parte dessa equipe. Com todo esse trabalho, respeitando o meio ambiente e a comunidade, além de desenvolver a sustentabilidade, estamos conseguindo provar que é possível conciliar o turismo sustentável com a atividade econômica”, destaca Cristiano da Silva, recepcionista da Piuval.

  

ATUAÇÃO SOCIAL - Além de cuidar do meio ambiente, a Piuval também se preocupa em inserir a comunidade poconiana em suas atividades. A pousada desenvolve trabalhos como os Guias Mirins, onde apresenta o Pantanal às crianças da região e os ensina sobre o bioma, levando os turistas para uma verdadeira casa pantaneira, adepta dos costumes e tradições locais.

Quem recebe os visitantes é Clarice de Abreu, que abre as portas da própria casa para mostrar como é a vida no Pantanal. Lá ela mostra o processo de criação do algodão, que sai direto do pé para as habilidosas mãos da anfitriã. Sem contar as comidas e doces tradicionais feitos nas panelas de dona Clarice. “O que chama mais a atenção são os barbantes de algodão e o doce de limão. Eles comem o doce, mas não sabem como é feito. É uma fruta azeda que a gente trabalha e fica gostosinha”, diverte-se a pantaneira.

“Aqui eles conhecem a experiência de como é morar no Pantanal”, complementa Eduardo Eubank. Mas Clarice reforça que não são apenas os visitantes que aprendem durante o passeio. “Eles veem o que nós fazemos e nós vemos as tradições deles, é uma troca”, comenta.

TURISTAS APROVAM - De acordo com Eduardo, a pousada passou a ter mais aceitação e avaliações positivas dos hóspedes desde que passou a adotar iniciativas sustentáveis. Rodeada pelo Pantanal, a preocupação da Piuval em proporcionar passeios no meio da natureza e preservar o ambiente não passa despercebida por quem vai até lá em busca de diversão.

“Já passamos férias aqui umas oito vezes. É um lugar calmo, tranquilo. Sempre escolhemos o Pantanal para esses momentos de sossego”, destaca a advogada Luzinete Pagel, que saiu de Rondônia até Poconé e trata as atitudes sustentáveis da pousada como fundamentais. “Faz toda a diferença, inclusive para a gente. Preservar o ambiente e ter um local sustentável é super importante e pesa na hora de escolher”, defende.

Já o gaúcho César Huppes voltou à Piuval depois de um longo período de 18 anos. Tempo mais do que o suficiente para perceber algumas mudanças. “Viemos em uma excursão da escola 18 anos atrás. Era muito diferente e deu uma evoluída boa”, conta o turista, elogiando a preocupação da pousada com a sustentabilidade. “Se você chega em um lugar e degrada, em pouco tempo você acaba com ele. Tudo tem que ser feito com consciência para que mais pessoas possam vir e usufruir”, conclui.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114