» mais
Comentar           Imprimir
Turismo
Segunda, 12 de fevereiro de 2018, 14h52

Carnaval em cidade da Bahia chama atenção para defesa e preservação da água


A festa mais popular do Brasil também é espaço para alertas. No interior da Bahia, a cidade de Correntina tem feito das comemorações dos 100 anos dos festejos carnavalescos no município, localizado no oeste baiano, um espaço para falar sobre a importância da água.

O tema do carnaval é “Corre em águas, corre em veias, Correntina”, segundo a prefeitura é uma alusão à poesia do correntinense Leandro Caetano que trata da ligação do povo da região, formada por ribeirinhos, quilombolas, povos indígenas e outros povos tradicionais, com os rios.

“Nosso município é muito rico em águas. Aqui nascem cinco rios, os quais formam o Correntina, que alimenta o São Francisco. Mas nós temos tido problemas com diversos pequenos rios secando”, disse o prefeito Nilson José Rodrigues, que é ribeirinho, à Agência Brasil.

Conforme o prefeito, o tema foi escolhido para fazer um chamado à proteção dos rios da região e a valorização da luta dos ribeirinhos pelo uso das águas de forma sustentável.

Nos últimos meses, a cidade tem sido palco de protestos da população em defesa da água. Moradores criticam a exploração desse bem por parte de empresas do agronegócio ali instaladas. Segundo informações do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), um problema que acentua uma disputa que há décadas ocorre na região entre comunidades tradicionais e empresários.

“Foi uma forma de conscientizar a população, chamando a atenção para a necessidade de preservar a natureza”, disse Nilson. Para além do período festivo, o prefeito acrescenta que a preocupação com a preservação tem gerado ações como arborização de veredas e proteção de mananciais.

Na cidade, o carnaval se concentra, pela manhã, às margens do rio Correntina, animado por bandas ao vivo. À noite, trios descem a avenida principal da cidade com atrações. Há ainda festas privadas à fantasia. A expectativa do município é de que 50 mil pessoas participem das festas durante os cinco dias de folia.

ABr


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai Emanuel tem várias denúncias por corrupção
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114