» mais
Comentar           Imprimir
Turismo
Quarta, 11 de abril de 2018, 19h56

Turismo do Mercosul é tema de encontro no Paraguai


.

Os ministros e representantes dos órgãos máximos de turismo do Mercosul, reunidos no Paraguai, assinam nesta quarta-feira (12), a Declaração de Assunção. O documento reafirma uma série de ações em andamento para fortalecer o turismo regional do bloco econômico. O encontro teve a participação do Secretário-Geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Zurab Poloilikashvili. O documento foi debatido previamente na LXIV Reunião Especializada de Turismo com a participação de técnicos das delegações de turismo do Brasil e dos países vizinhos: Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai.

A missão brasileira foi chefiada pelo assessor internacional do MTur, Rafael Luisi. Uma das ações apresentadas pela delegação foi o avanço na redução temporária de tarifas para a importação de equipamentos para parques temáticos e aquáticos. O Brasil apresentou o andamento do assunto junto ao bloco econômico e o resultado positivo fortalecerá o turismo interno e vai possibilitar que investimentos estrangeiros ocorram no setor. A proposta é aplicar a medida para os demais países do Mercosul, beneficiando o turismo regional como um todo.

“Encontros como este são fundamentais para que possamos unificar os pleitos em comum de olho no fortalecimento turístico de toda a região. Temos muito a ganhar com essa união que contará com um apoio de peso aqui em Assunção que é o secretário-geral da OMT, por isso estamos muito otimistas”, comentou Rafael Luisi.

Os ministros de turismo ratificaram a Declaração de Maceió, assinada em dezembro de 2017, e o apoio ao pleito de isenção tarifária e o conceito dos equipamentos como bens de capital. “Todos os países entendem que um único conceito, normativa e padronização para o bloco trará impactos positivos para atrairmos investimentos externos para o Brasil e demais países do Mercosul”, destacou Maurício Rasi, assessor especial da Pasta, que integra a missão em Assunção.

Os participantes também buscam facilitar o trânsito fluvial e terrestre de turistas entre as fronteiras. E, para atrair mais turistas internacionais de polos emissores distantes, como os países asiáticos e da Oceania - China, Índia, Japão, Coreia, Austrália e Nova Zelândia -, foi criado um fundo de promoção conjunta dos destinos regionais e roteiros integrados, entre eles, os atrativos históricos e culturais das missões jesuíticas reconhecidas pela Unesco como patrimônio da humanidade.

Ainda durante o encontro, a comitiva brasileira apresentou a campanha desenvolvida durante o carnaval para combater a exploração sexual de crianças e adolescentes. O vídeo teve um forte impacto entre os presentes e será replicado nos demais países do bloco.

Outro tema que já havia sido tratado na reunião de dezembro voltou à pauta. Trata-se da unificação de informações e estatísticas turísticas do bloco. O registro de turistas por nacionalidade e pais de origem, por exemplo, vai facilitar a realização de outras ações conjuntas como promoção e marketing dos destinos regionais. Outra meta é promover o turismo regional através do pleito conjunto da Argentina, Paraguai e Uruguai de sediarem os jogos da Copa do Mundo de 2030.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114