» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Segunda, 15 de maio de 2017, 16h41

Dignidade para mais de seis mil pessoas com entrega do Residencial São Benedito


Para a diarista Ucélia Francisca Dias, que cria os seis filhos sozinha, a manhã de hoje (15), aniversário de Várzea Grande, realmente foi um dia de festa. Pôs fim a um período de incertezas em sua vida, período em que morou de favor nos fundos da casa de sua irmã. Ela, e mais 1.281 famílias receberam as chaves das casas do Residencial São Benedito, localizado no bairro São Mateus. Ela lembra, que o sonho da casa própria era um desejo tão forte, que no dia do sorteio, ao ter o nome anunciado, ela até desmaiou. “Quero me mudar o mais rápido possível e agora sim, recomeçar a minha vida”.

As chaves das casas foram entregues nessa manhã pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo, pelo governador Pedro Taques, pela prefeita Lucimar Sacre de Campos, pelo vice-prefeito José Hazama, pelo secretário municipal de Assuntos Estratégicos, Jayme Campos, pelos senadores José Medeiros e Wellington Fagundes e pelos deputados federais Nilson Leitão, Fábio Garcia e pelo presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho. A comitiva visitou a primeira casa que foi entregue à dona Katiane Lopes, na quadra 37, lote 3.

Como destacou o ministro das Cidades, Bruno Araújo, muitos dos contemplados hoje levaram quase uma vida inteira de espera, mas o Programa Minha Casa, Minha Vida, da qual o Residencial São Benedito faz parte, tem foco em famílias de baixa renda, mulheres chefes de família, idosos e portadores de necessidades especiais. “As casas saem com a escritura no nome da mulher e como homenagem aos 150 anos da cidade, vamos sortear aqui uma casa toda mobiliada. Hoje é um dia de conquistas a todas essas 1.281 famílias, que vão sair do aluguel e poder investir em algo próprio”.

O Bruno Araujo anunciou ainda que o Ministério das Cidades está agilizando a parte burocrática na redução do déficit habitacional de Mato Grosso. “O Estado será um dos primeiros parceiros do governo federal no lançamento do Programa Cartão Reforma, que vai beneficiar com até R$ 9 mil, pessoas que já têm sua casa própria e querem realizar benfeitorias. Estamos dando mais um passo para girar a economia do país e melhorar a qualidade de vida dos brasileiros”.

O ministro alertou ainda que os contemplados com as moradias não podem alugar ou vender os imóveis, sob pena de terem os contratos cancelados e perderam a habitação.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos fez questão de anunciar, durante a entrega das chaves, que diferentemente de outros conjuntos habitacionais que foram construídos nos últimos anos, o São Benedito como outros, só serão habitados com a infraestrutura básica essencial, além das obrigatórias, como água, luz, esgoto e asfalto.

A prefeita anunciou também a construção de uma escola estadual que será edificada em parceria com o governo do Estado, uma creche com recursos próprios e Ministério da educação e junto com o governo do Estado e o Ministério da Saúde, a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento - UPA 24h. “Não estamos entregando hoje apenas casas, a partir das chaves recebidas, cada família irá construir seu lar e aos poucos uma mini-cidade vai ser erguida aqui. Sabendo do desenvolvimento em potencial, vamos em parceria com o governo do Estado construir uma escola estadual, para 500 alunos, investimento de R$ 8 milhões. Em parceria com o governo federal construiremos uma creche. Hoje, Várzea Grande é amada, seu povo cuidado e todos, poder municipal, legislativo, judiciário, federal, empresários e principalmente a sua população acreditam que é possível melhorar essa cidade”.

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques, reconheceu que a entrega das chaves do residencial São Benedito foi um dos maiores eventos da programação do Jubileu dos 150 anos de Fundação de Várzea Grande, no resgate à dignidade da população, que é a conquista da casa própria. “O governo do Estado é e continuará sendo parceiro nos investimentos que o município de Várzea Grande necessitar, para seu desenvolvimento socioeconômico e para a recuperação do status de segunda maior economia do Estado. Já estamos investindo na área da infraestrutura, educação e saúde e vamos avançar no decorrer do ano em mais investimentos que vão devolver a Várzea Grande o título de ‘Cidade Industrial’. Aqui nesse residencial vamos garantir saúde com a construção de uma UPA 24h para essa região, com atendimento desse serviço essencial próximo a essas 1.281 famílias”.

O ato de entrega do residencial contou com a participação de mais de 3 mil pessoas e contou com a participação de toda bancada da Câmara Municipal, senadores, deputados federais e estaduais, secretários municipais e autoridades da sociedade civil organizada e representantes do Banco do Brasil, agente financiador do residencial.

De acordo o com ministério das Cidades, foram investidos no residencial São Benedito R$ 67,72 bilhões para a construção de toda a infraestrutura. São casas com dois quartos, cozinha, área de serviço, circulação e banheiro. São dois tipos de casas uma de 40,24 metros quadrados e outra de 50,74 metros quadrados para atender aos portadores de necessidades especiais.

Hoje mesmo, equipes do Departamento de Água e Esgoto (DAE) estão de plantão no local para receber as solicitações de ligações dos novos moradores. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A retomada das obras do VLT pode ser:

Palanque político para 2018
Mais uma balela sem fim
Confio na solução do problema
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114