» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Terça, 16 de maio de 2017, 14h38

Movimento Maio Amarelo busca reflexão no trânsito


O alto índice de mortos e feridos no trânsito, em todo o mundo, tem levado a reflexões e ações de combate ao problema. Um exemplo dessas iniciativas é o Movimento Maio Amarelo que, em Mato Grosso é encampado por instituições públicas e privadas.

Conforme estudos da Organização Mundial de Saúde (OMS) cerca de 1,3 milhão de pessoas morreram de acidente de trânsito em 178 países, no ano de 2009. Sendo que a maioria delas possui entre 17 e 29 anos. Aproximadamente 50 milhões de pessoas ficaram sequeladas. Em média, três mil vidas são perdidas por dia nas estradas e ruas, configurando-se como a nona maior causa de mortes no mundo.

O Brasil é a quinta nação no planeta em acidentes em geral e o segundo no ranking de acidentes com motocicletas. São mais de 43 mil vítimas fatais ao ano no País. E Mato Grosso não apresenta bons números, de 2002 a 2011, 9.570 pessoas morreram de acidente no Estado.

Dados que segundo a coordenadora da Escola Pública de Trânsito do Detran-MT, Vânia Ramalho, advertem sobre a necessidade de reforçar campanhas e movimentos que rechacem o fato. “Queremos alertar a população, mas também chamar atenção de motoristas e pedestres para as vidas que podem ser ceifadas no trânsito se não houver mais cuidado. O laço amarelo, símbolo da ação, representa o engajamento da sociedade, a mobilização para que se adote uma conduta apropriada e segura”, enfatiza.

Neste ano, o tema central do Maio Amarelo é “Minha Escolha Faz a Diferença”, o Movimento visa conscientizar sobre as possibilidades de escolhas no dia a dia que podem levar a graves consequências no trânsito, como usar o celular ao volante, beber e dirigir, não usar o cinto de segurança, entre outras atitudes. Ações passíveis de escolhas e que podem prevenir acidentes graves.

Imprudências que são vistas com frequência no trânsito de Cuiabá, de acordo com o cozinheiro Paulo Vieira da Silva. “Todos os dias, toda hora, vejo que há motoristas que desrespeitam as leis de trânsito, mas também há pedestres que subestimam os perigos do trânsito. Há motoristas que atravessam o sinal vermelho e há pedestres que entram na pista desatentos, eu já presenciei um atropelamento por pura falta de atenção da senhora. Eu acredito que a forma de melhorar isso é intensificar a educação no trânsito”.

Maio Amarelo - O Movimento é um desdobramento das ações da Assembleia-Geral das Nações Unidas que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período entre 2011 e 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da OMS.

A conscientização da sociedade para um trânsito mais seguro parte das escolhas de cada um. Esta concepção definiu o tema “Minha escolha faz a diferença”, a escolha foi feita em janeiro deste ano pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN).

Para saber mais sobre o Movimento Maio Amarelo acesse o endereço: www.maioamarelo.com


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A retomada das obras do VLT pode ser:

Palanque político para 2018
Mais uma balela sem fim
Confio na solução do problema
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114