» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Sábado, 12 de agosto de 2017, 12h49

PGE e AMAM iniciam série de cursos para capacitação de advogados públicos


A Procuradoria Geral do Estado (PGE), em parceria com a Associação Mato-grossense de Magistrados (Amam), por intermédio da Escola da Magistratura Mato-grossense (Emam), inicia nesta segunda-feira (14.08), o primeiro curso de aperfeiçoamento para procuradores estaduais, municipais, magistrados e defensores público. O tema deste primeiro curso versará sobre “Processo Civil da Fazenda Pública”. A capacitação será oferecida para uma turma de 50 alunos, e terá 50 horas/aula, com previsão de término no dia 31 de agosto.

Entre os professores que vão ministrar a capacitação estão a desembargadora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Maria Erotildes Kneip Baranjak; o juiz Alexandre Chiovitti, mestre em Processo Civil pela PUC /SP; o juiz Geraldo Humberto Alves Silva Júnior, mestre pela Escola Paulista de Direito, MBA em Poder Judiciário – Fundação Getúlio Vargas, e cooperador da primeira Vara Especializada da Fazenda Pública, dentre outros.

A ação faz parte do protocolo de intenções na área educacional e de aperfeiçoamento profissional, firmado entre a PGE e a Aman no dia 6 de julho.

“Essa parceria é muito importante para a Procuradoria porque permite a capacitação dos procuradores pela Escola da Magistratura. É um acordo de cooperação que vai permitir a contínua melhoria dos serviços prestados pela Procuradoria Geral do Estado”, destacou o procurador-geral Rogério Gallo.

Para segunda quinzena de outubro está programado o início do curso de “Regularização Fundiária”, destinado também para advogados, magistrados, cartorários, engenheiros, entre outros profissionais.

O curso será realizado das 17 às 21 horas, na sala de reunião da PGE, situada na Avenida República do Líbano, nº 2258. Outras informações sobre a capacitação pode ser obtidas pelo telefone (65) 3631-4252 ou via e-mail secretaria@emam.org.br 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114