» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Quarta, 14 de fevereiro de 2018, 19h11

CGE divulga perguntas e respostas sobre adiantamento


A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) consolidou em uma publicação as perguntas frequentes dos órgãos estaduais e respectivas respostas dos auditores sobre adiantamento. Trata-se do terceiro tema de uma série de compilados a serem disponibilizados para consulta.

O regime de adiantamento é um depósito de recurso na conta de servidor para despesas excepcionais do órgão ou entidade de lotação, como aquelas em caráter de urgência ou situações extraordinárias de que possam resultar eventuais prejuízos na prestação dos serviços.

A publicação sobre o assunto objetiva orientar os agentes públicos estaduais acerca das regras legais de concessão e prestação de contas de adiantamento, bem como esclarecer dúvidas dos pontos que ainda não foram contemplados em legislação.

A consolidação de perguntas e respostas foi produzida pela Superintendência de Controle em Gestão Fiscal e Patrimonial da Controladoria e conta com 38 questões recorrentes registradas no "Pergunte à CGE".

O canal é um dos principais produtos da CGE no cumprimento do papel de orientar os agentes públicos que atuam em atividades administrativas e prevenir a ocorrência de falhas e erros na aplicação dos recursos públicos no âmbito do Governo de Mato Grosso.

Trata-se de uma ferramenta de contato direto com o servidor público estadual via site da CGE para solicitação de orientação e esclarecimentos acerca de assuntos relacionados à gestão administrativa. A ideia é facilitar a vida dos servidores com respostas rápidas e objetivas enviadas ao e-mail do solicitante.

A consolidação de perguntas e respostas sobre adiantamento está disponível no site www.controladoria.mt.gov.br, no menu central Serviços/Publicações/Manuais/Cartilhas/2018. Clique aqui para acessar o link direto


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114