» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Quinta, 12 de abril de 2018, 23h31

MT é convidado a participar de rede global de informações ambientais


O Estado de Mato Grosso foi convidado a integrar a plataforma CDP (Carbon Disclosure Project) que reúne informações sobre impactos ambientais e iniciativas de desenvolvimento sustentável de mais de 800 investidores e 540 governos. O objetivo é que a transparência das informações auxilie estados, regiões e municípios a divulgarem mundialmente as ações em curso para conter as emissões de gases de efeito estufa e, como consequência, encontrem alternativas de financiamento de projetos.

O gerente de Supply Chain do CDP, Lauro Marins, destaca que Mato Grosso já é referência para outras regiões do mundo por ter sistematizado e integrado todas as informações e ações de desenvolvimento sustentável na Estratégia PCI (Produzir, Conservar e Incluir). “Também chama atenção do mundo o fato de que o Estado possui metas claras”, completa. Por meio da estratégia, o Estado se comprometeu a zerar o desmatamento ilegal até 2020, manter 60% da cobertura vegetal nativa, entre outros.

Considerado o melhor ranking de sustentabilidade do mundo, a plataforma CDP busca educar e capacitar o mercado para realizar compras mais sustentáveis. O objetivo é que por meio da divulgação das informações, as empresas que fizeram compromissos pelo desenvolvimento sustentável se tornem cada vez mais responsáveis pelo cumprimento dos acordos firmados.

O diretor executivo da PCI, Fernando Sampaio, lembra um dos objetivos da estratégia capitaneada por Mato Grosso é justamente abrir mercados junto a essas empresas e investidores. “Muitas empresas, mundialmente, firmaram compromissos para redução das emissões de CO2. Mato Grosso está disposto a ajudar, mas também quer ser ajudado”, reforça.

André Baby, secretário de Estado de Meio Ambiente, concorda: “Já temos a agropecuária mais sustentável do mundo. Temos as áreas de reserva legal e preservação permanentes garantidas em lei. Isso é muito! E é urgente que isso seja reconhecido economicamente”.

A metodologia empregada pelo CDP para avaliação das ações será avaliada pelos técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). Durante o encontro realizado nesta quinta-feira (12), a organização também foi convidada a participar do Grupo de Trabalho “Valor e Engajamento” da Estratégia PCI que visa criar um cardápio de possibilidades para que os investidores possam remunerar Mato Grosso pelos serviços ambientais.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114