Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Terça, 05 de junho de 2018, 17h17

Árvores nativas do cerrado são plantadas na duplicação da Estrada de Chapada


Rafael Manzutti
.

Em comemoração ao Dia do Meio Ambiente, o governador Pedro Taques e o presidente do Tribunal de Justiça, Rui Ramos, iniciaram na manhã desta terça-feira (05.06) o plantio de duas mil mudas de árvores, de espécies nativas do cerrado, na obra de duplicação da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), a estrada da Chapada.

O Estado de Mato Grosso firmou parceria com o Poder Judiciário, por meio do Juizado Ambiental de Cuiabá (Juvam), para a arborização nas obras de duplicação das rodovias da Baixada Cuiabana, em parceria com a Prefeitura de Cuiabá e Instituto Ação Verde.

Além do governador e do presidente do TJMT, as mudas foram plantadas pela secretária adjunta da Sinfra, Marciane Prevedello, o juiz titular do Juvam, Rodrigo Curvo, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, ambientalistas, lideranças políticas e membros da sociedade civil organizada.

“Esta avenida será uma das mais bonitas de Cuiabá, da Trincheira até a Fundação Bradesco. Este é um ato conjunto do poder judiciário com o poder executivo, e precisamos plantar árvores, mais de 300 mil mudas estão sendo plantadas e o Governo do Estado apoia através da secretaria de Meio ambiente”, disse o governador Pedro Taques.

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso falou da importância do projeto de sustentabilidade do órgão com o plantio de árvores. A ideia do projeto encabeçado pelo Juvam foi elogiado pelo presidente do judiciário.

“Hoje é mais uma etapa deste trabalho em comemoração dos 300 anos de Cuiabá que estamos cumprindo. O Juvam é o nosso ponta de lança, o principal atacante deste time e temos que dar todo apoio e é o que temos feito ao longo dos anos”, comentou o presidente do TJMT.

 

A ação faz parte do projeto “Verde Novo – 300 mil árvores, Cuiabá 300 anos”, de iniciativa do Juvam. A proposta é sensibilizar a população e a administração pública quanto a necessidade de devolver o título de ‘Cidade Verde’ com o plantio de 300 mil árvores na capital mato-grossense.

“Neste sentido visamos contemplar as vias de acessos da capital com árvores nativas previsto em um decreto municipal de modo que os visitantes da capital, o próprio cidadão cuiabano chegando ou saindo da capital, hoje começando na MT-251, rodovia Emanuel Pinheiro, em sentido a Chapada dos Guimarães tenham vias completamente arborizadas”, explicou o juiz titular do Juvam, Rodrigo Curvo.

Durante o evento, Curvo entregou para o governador Pedro Taques e o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, a proposição do projeto “Verde Novo”. O objetivo é que o Governo do Estado e a Prefeitura da Cuiabá façam uma análise jurídica e, eventualmente, editem um ato normativo prevendo que as futuras obras públicas devam ter arborização urbana.

“É uma iniciativa muito importante esta adesão do Governo do Estado com este projeto do Tribunal de Justiça, pois não existe um projeto que vá para frente sem a participação de todo mundo. O governador sempre deu apoio e o secretário Marcelo Duarte é um cuiabano que ama a cidade dele e quer o melhor, por isso vamos fazer a diferença nas entradas de Cuiabá”, disse a secretária-adjunta da Sinfra.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, falou da importância do projeto para o meio ambiente. “Uma parceria entre a Prefeitura de Cuiabá, Governo do Estado e o Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso que faz a diferença através do Juvam e estão fazendo uma grande ação que diz respeito a sustentabilidade para resgatar o título de Cidade Verde da nossa capital”.

Parceria

No final do ano passado, o Grupo Petrópolis fechou parceria com o Verde Novo – 300 mil árvores, Cuiabá 300 anos, projeto idealizado pelo Juizado Volante Ambiental (Juvam), em parceria com a Prefeitura, Governo do Estado e Instituto Ação Verde. O Grupo Petrópolis ficou responsável pela doação de 300 mil mudas de árvores, que serão entregues gradativamente, conforme cronograma do projeto.

 

O Grupo Petrópolis já atua na área ambiental com o Projeto AMA (Área de Mobilização Ambiental), que já plantou mais de 1 milhão de árvores nas cidades onde possui fábricas em todo o Brasil (Boituva/SP, Petrópolis e Teresópolis/RJ, Rondonópolis/MT, Alagoinhas/BA e Itapissuma/PE).

Além do plantio, o Grupo também promove a manutenção das árvores, por dois anos, para que garanta a sobrevivência das mesmas. Outra iniciativa do projeto é o Programa de Educação Ambiental para escolas municipais, onde os professores são capacitados com conteúdo ambiental para aplicar em sala de aula. Os estudantes também participam das trilhas ecológicas do AMA, onde podem vivenciar as experiências adquiridas na escola.

"O Grupo preza pelo seu compromisso ambiental e há mais de 8 anos promove ações de reflorestamento e educação ambiental por meio de um projeto proprietário intitulado AMA. Portanto, essa parceria é uma ótima oportunidade para ampliar as ações do AMA no Estado do Mato Grosso e principalmente contribuir para que Cuiabá, cidade pela qual temos muito carinho e respeito, recupere seu título de Cidade Verde", explica Emerson Neves, Gerente de Comunicação Corporativa do Grupo Petrópolis.

Duplicação MT-251

A obra de duplicação 3,6 km da Estrada da Chapada (MT-251), do trecho do entroncamento com a MT-010 (Atacadão) ao trevo de acesso ao bairro Jardim Vitória (Fundação Bradesco) deve ser encerrada no primeiro semestre de 2018. Serão duas pistas com três faixas de rolamento com 3,5 metros de largura, ciclovia localizada no canteiro central, e cinco metros de calçada em cada lado da via.

“Muitos prometeram esta obra, nós lançamos esta obra e vamos entregar até o dia de São Pedro, dia 29 deste mês. É uma obra diferenciada que vai ter uma ciclovia, iluminação de led, e agora com os plantios desta árvore que será um legado importante, onde todas as entradas e saídas de Cuiabá estarão duplicadas”, frisou o governador em discurso. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114