» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Quarta, 06 de junho de 2018, 13h52

Assembleia Legislativa realiza nesta quinta-feira tradicional festa junina


O clima junino já pode ser sentido nos corredores da Assembleia Legislativa a começar pelas bandeirolas que enfeitam a entrada principal e os corredores do prédio. Na manhã de terça-feira (5) uma procissão percorreu os setores e gabinetes da Casa com a bandeira de São João ao som de ritmos regionais e hinos religiosos.

O Arraiá da Assembleia acontece, nesta quinta-feira (7), a partir das 18 horas, com entrada franca, no estacionamento principal do Parlamento. O principal objetivo da festa é trazer um momento de lazer às famílias dos servidores da Casa e a população em geral, que são sempre recepcionados com muita alegria e muito clima de São João. Sem falar no sucesso das comidas e danças típicas e uma bela decoração temática produzida pelos próprios servidores.

O início da festa será com a banda Rasqueia Cuiabá, às 19 horas, já às 19h30 o grupo de Cururu e Siriri de Poconé fará uma apresentação. O que não pode faltar também nesse evento tradicional é a lavagem de São João, que ocorrerá às 20 horas. Os servidores da Casa dançarão Siriri com o grupo de Cururueiros do Coxipó, às 20h15, e logo após começará o baile no arraiá! . Para finalizar o sucesso do Arraiá da Assembleia, o trio Pescuma, Henrique e Claudinho se apresentará cantando todos os seus sucessos ao grande público.

Segundo Mara Visnadi, Superintendente do Instituto Memória, a festa junina já é tradicional no calendário da ALMT e a cada ano cresce em relação ao público e quanto à organização. "Estamos valorizando nossa cultura e tradições como expressão autêntica dos valores de nossa gente", afirmou.

A festa junina da Assembleia é uma realização do Instituto Memória do Poder Legislativo (IMPL) em parceria com a Presidência, Sala da Mulher, Programa Ambientação,Supervisão de Saúde e Qualidade de Vida (Qualivida), a Comissão Interna de Prevenção a Acidente de Trabalho (CIPA), Secretaria de Administração Patrimônio e Informática (SAPI), o Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa (SINDAL), a Associação dos Servidores dos Poderes Legislativos de Mato Grosso (ASLEM) e o Sicoob.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114