» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Terça, 19 de junho de 2018, 09h35

Forças de segurança vão atuar no combate às queimadas urbanas e rurais


Por meio do número 193 do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), o cidadão poderá denunciar casos de queimadas urbana e na zona rural do Estado, pois a queima será proibida por 90 dias, de 15 de julho até o dia 15 de outubro. Em Cuiabá, foi lançada nesta segunda-feira (18.06) a Campanha de Prevenção e Combate às Queimadas Urbanas 2018 e assinado o protocolo de intenções em Defesa do Meio Ambiente para a implantação da Brigada Mista.

Por meio de trabalho integrado entre o Corpo de Bombeiros, Defesa Civil municipal, as bases de operacionais dos Bombeiros localizados no Verdão, na Av. Fernando Corrêa, no Distrito Industrial e no bairro 1º de Março - Região da Grande CPA, contará com brigadistas que vão atuar com caminhões pipas, motoristas e brigadistas, além de operar ao lado do Corpo de Bombeiros.

Os esforços para evitar danos ao meio ambiente uniram o Ministério Público Estadual, Juizado Volante Ambiental, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e a Secretaria de Estado de Segurança Pública por meio do Corpo de Bombeiros, Polícia Judiciária Civil e a Polícia Militar, por meio do Batalhão Ambiental.

De acordo com as informações da Delegacia do Meio Ambiente (Dema), a unidade vai entrar em parceria com ações de repressão e responsabilização criminal. O acionamento será feito pelos órgãos que integram o protocolo de intenções para coibir as queimadas na área urbana. O procedimento criminal instaurado pela Dema será diante da constatação das ocorrências será encaminhado ao Ministério Público e ao Juizado Volante Ambiental (Juvam).

“Todo esse trabalho conjunto com os demais órgãos é para dar atenção especial a um problema tão grave que atinge a saúde pública”, disse a titular da Dema, delegada Alessandra Saturnino.

Além de Cuiabá, o Corpo de Bombeiros vai atuar no combate às queimadas nos 18 municípios em que está instalado e mais 10 brigadas municipais mistas, que vão funcionar por meio da integração da instituição com bombeiros militares como coordenadores, brigadistas contratados pelas prefeituras e a iniciativa privada com a doação de uniformes e locação de veículos.

O Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) procurou os municípios no início do ano para firmar parceria e 10 prefeituras aceitaram como Claudia, por exemplo. Uma dessas Brigadas Mistas é finalista de um prêmio de ações de sustentabilidade ambiental. "A implantação de mais brigadas depende do financeiro dos entes, bombeiros, entidades privadas e prefeituras”, explicou o comandante do BEA, tenente-coronel BM Dércio Santos da Silva.

Ele informa que no plano de operações dos Bombeiros ainda há 7 bases de descentralizadas e uma delas, a de Sorriso, foi ativada no dia 31 de maio devido aos riscos de fogo com a colheita do milho. “Também há as equipes de intervenção de nível operacional de combate aéreo e forças integradas como Ibama, ICMBio, caso necessário”.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia Francisco, disse durante o lançamento da Campanha de Prevenção e Combate às Queimadas Urbanas 2018, que a gestão investiu no aparelhamento do Corpo de Bombeiros, o que tem sido fundamental para o trabalho da corporação. Ele lembrou ainda dos investimentos em pessoal com a convocação de 450 soldados, capacetes Gallet, além do aumento da frota de veículos para as forças de segurança.

“Para que haja combate efetivo contra as queimadas urbanas, que são proibidas o ano todo, é necessário que a população denuncie os infratores e ligue no 193 sempre que avistar um incêndio”, finalizou.


 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114