» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Quinta, 05 de julho de 2018, 17h24

Laboratório Forense conclui mais de 6 mil laudos no primeiro semestre de 2018


.

A Diretoria Metropolitana de Laboratório Forense da Politec concluiu 6.059 laudos periciais no primeiro semestre de 2018. Foram registrados 620 laudos na Coordenadoria de Perícias em Biologia Molecular, e 5.745 laudos na Coordenadoria de Laboratório de Materiais. O mês de maio registrou o maior número de requisições e atendimentos na Diretoria, totalizando 1226 procedimentos.

Os dados sobre a situação das atividades periciais de cada diretoria estão sendo apresentados pelo Coordenador de Informações Institucionais Alcides Liberali aos gestores de cada pasta durante reunião no gabinete do Diretor Geral Reginaldo Rossi do Carmo.

O objetivo é acompanhar os números da produtividade e as situações de cada diretoria, com o intuito de proceder ajustes ou correções necessárias para o cumprimento das metas estabelecidas no planejamento estratégico.

Neste período, a Coordenadoria de Perícias em Biologia Molecular concluiu 68 exames de DNA e 193 exames de Biologia Forense. Já a Coordenadoria de Laboratório de Materiais concluiu 5.303 laudos de Química Forense e 495 de Toxicologia Forense.

Conforme o Gerente de Perícias em Química Forense, Jaime Trevizan Teixeira, o formato da reunião de apresentação da produtividade semestral é importante para avaliar os erros e acertos da gestão e oportuniza o nivelamento da situação de cada setor juntamente com o Diretor Geral, como também as sugestões de melhorias.

“É uma forma que nós temos de mensuração do trabalho, do que esta sendo feito de certo e errado e de como os parâmetros adotados internamente podem impactar na rotina. A gente viu que a Coordenadoria de Perícias em Biologia Molecular se manteve em um patamar, e que todos estão conseguindo produzir com o que é possível’’, afirmou o gestor.

“Podemos elencar algumas conquistas importantes neste semestre: conseguimos adquirir materiais de consumo para a Química Forense, realizamos manutenções preventivas nos equipamentos laboratoriais, voltamos a realizar os exames de alcoolemia e de toxicologia em urina. O laboratório de DNA passou por uma auditoria externa do Ministério da Justiça. Alcançamos uma produtividade considerável mesmo diante das dificuldades que o laboratório enfrenta em relação a insumos e pessoal, que acabam impactando a estatística de exames não realizados’’, avaliou Trevizan.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114