» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Sexta, 28 de setembro de 2018, 19h52

Taquígrafos do TJMT fazem curso de atualização


Otmar de Oliveira
.

Até o dia 6 de dezembro os servidores do Núcleo de Taquigrafia do Tribunal de Justiça de Mato Grosso recebem capacitação para aprimoramento das atividades no exercício de suas funções nas sessões de julgamento. O curso é uma parceria entre o Departamento de Apoio ao Julgamento e a Escola dos Servidores do Poder Judiciário e ocorre as terças, quintas e sextas-feiras, das 10h às 12h.

Quem ministra a capacitação é a taquígrafa Luciane Santana Bastos. Ela destaca a importância desta iniciativa para a execução dos trabalhos, já que a taquigrafia é a arte de se escrever tão rápido quanto se fala. “A iniciativa do curso partiu da diretora do Departamento de Apoio ao Julgamento. Os servidores sentiram a necessidade de se aperfeiçoarem para o bom desempenho de suas funções. É sempre bom buscar melhorar”, disse.

Luciane explicou que os taquígrafos são responsáveis por anotar, por meio de taquigramas (símbolos) tudo o que acontece durante as sessões de julgamento, como voto, relatório, ementa, sustentação oral, questão de ordem. “Depois das anotações os sinais taquigráficos são traduzidos e são encaminhados por e-mail aos gabinetes para correção, que posteriormente devolvem para que depois sejam feitos os acórdãos e publicados”

A gerente setorial de taquigrafia, Kalía Ramos Miranda Farina é uma das servidoras que está fazendo o curso e classificou como importante para trazer agilidade e dinâmica no trabalho. “Atualização é sempre importante em qualquer setor, mas para a taquigrafia vai aprimorar porque a partir do momento que o processo já está em julgamento, o jurisdicionado quer pressa na publicação do acórdão. Precisamos ter essa agilidade na escrita, traduzir rápido e ter uma prestação jurisdicional célere. O aperfeiçoamento que estamos tendo traz uma qualidade maior do nosso trabalho”, observou.

Taquigrafia significa “escrita rápida”. O taquígrafo é o profissional responsável por manter registros escritos precisos do que é dito nos plenários do TJMT.
A taquigrafia utiliza símbolos especiais para registrar diálogos. Como o segredo é anotar tudo rápido, os sinais da taquigrafia não são baseados em letras, mas em fonemas.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114