» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Quinta, 08 de novembro de 2018, 17h25

Prédio do Arquivo Público passa por melhorias na infraestrutura


Com o objetivo de preservar a memória administrativa de Mato Grosso, melhorar as atividades internas e externas e o atendimento à população, o prédio da Superintendência de Arquivo Público, unidade ligada à Secretaria de Estado de Gestão, passa por reformas no telhado. Em uma segunda etapa da obra, o parte elétrica será reestruturada e o local será pintado.

Para o Secretário de Estado de Gestão, Ruy Carlos da Fonseca, a reforma trará melhorias e valorização aos servidores do órgão, além de mais qualidade no atendimento à população que frequenta o local. “Esse prédio é muito antigo e estava precisando dessas melhorias, que nos proporcionarão melhores condições de atendimento ao público.

Há cerca de 10 anos o prédio histórico construído na década de 1940 e tombado pela Secretaria de Estado e Cultura não passava por melhorias em infraestrutura. O local abriga o Arquivo Público do Estado de Mato Grosso desde 2003, uma instituição centenária criada em 1896 durante o governo de Antônio Correa da Costa para preservar o patrimônio documental do Estado.

A Superintendente do órgão, Vanda da Silva, ressalta que as melhorias trarão mais qualidade de vida aos servidores da instituição e um ambiente mais produtivo e com condições dignas de trabalho.

Vanda informa também que em razão das adequações o órgão poderá suspender as atividades de atendimento ao público temporariamente. “Pode ser que precisemos suspender o atendimento ao público temporariamente para preservar nosso acervo durante as reformas. Pois, é necessário cuidados especiais com a documentação. Mas se isso for acontecer avisaremos ao público com antecedência”.

O término desta primeira etapa da obra está previsto para meados de dezembro.

Reconhecimento

No mês passado cerca de dois mil documentos manuscritos do Arquivo Público, referentes à Capitania de Mato Grosso do período Colonial (1768-1822), passaram a integrar o Registro Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo (MOW) da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O acervo ficou entre os dez selecionados que foram avaliados junto a 29 outros conjuntos de documentos. Um fator importante na seleção foi a organização dos arquivos de acordo com a Norma Brasileira de Descrição Arquivística (Nobrade), seguidas à risca pela equipe do Arquivo Público. A entrega do registro oficial será realizada no Rio de Janeiro no dia 12 de dezembro deste ano.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114