» mais
Comentar           Imprimir
Geral
Terça, 18 de dezembro de 2018, 10h22

Mais de 127 mil atendimentos foram realizados pela Setas


Em três anos e 14 edições de participação na Caravana da Transformação - iniciativa do Governo do Estado para levar cidadania e entregar políticas públicas a toda população mato-grossense – a Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT) atendeu 35.002 pessoas e realizou 127.283 serviços à população.

A Setas ofereceu emissão de 2ª via das certidões de nascimento, casamento e óbito, declaração de hipossuficiência - necessária para aquisição da 2ª via de documentação, fotos, fotocópias, plastificação de documentos e carteira de pescador amador para idosos.

A pasta também orientou a população das unidades socioassistenciais, como Centro de Referência Especializada (Crea), sobre dengue, febre chikungunya e zika – enfermidades transmitidas pelo Aedes aegypti.

Além dos serviços de documentação, a Setas levou vagas para qualificação profissional. Por meio de parceria com o Senai, foram disponibilizadas vagas para cursos rápidos na modalidade de Educação a Distância (EAD). Houve também oficinas sobre como se preparar para um processo seletivo de emprego, em que serão tratadas informações desde a confecção de currículo até a apresentação pessoal na hora da entrevista.

Com base em indicadores como Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e Sistema Único de Assistência Social (Suas), a Setas consegue identificar e realizar um diagnóstico das famílias mato-grossenses que se encontram em situação de vulnerabilidade, o que auxilia na elaboração de políticas públicas voltadas para esse público.

É por meio dessa análise que a Setas identifica a necessidade, por exemplo, de levar palestras sobre “reforço da educação financeira” e “habilidade e produtividade”, realizadas pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine) a jovens e adultos de determinados municípios no período da caravana. O programa Emprega Rede, que busca dinamizar o mercado de trabalho em Mato Grosso, com foco voltado para os vulneráveis, também foi apresentado para os cidadãos.

Cidadania

Na Caravana realizada em Cuiabá, na Arena Pantanal, a moradora do bairro Nova Esperança, em Várzea Grande, Meireana Arruda de Lara, de 28 anos, soube da ação por meio da mãe e decidiu por em dia a documentação dela e das três filhas que têm 8, 5 e um ano e sete meses de idade.

A mãe e o marido de Meireana também aproveitaram a oportunidade para fazer a carteira de pescador. “Achei o atendimento maravilhoso. Muitas vezes não temos o dinheiro para fazer esse serviço e fi zemos de graça, é muito bom”, comentou. A dona de casa Sandra Regina, de 34 anos, que mora no Jardim Florianópolis, em Cuiabá, levou a filha para fazer a certidão de nascimento.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114