» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Quinta, 23 de fevereiro de 2017, 15h05

Gabinete de Transparência e PGE passam a integrar Rede de Controle


Por Mayke Toscano
.

Para fortalecer os mecanismos de combate à corrupção, o Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção (GTCC) e a Procuradoria Geral do Estado (PGE) foram inseridos na Rede de Controle da Gestão Pública do Estado em Mato Grosso. A Rede de Controle é uma organização que tem como propósito aprimorar a efetividade da função de controle do Estado sobre a administração pública.

Para oficializar a parceria, o governador Pedro Taques assinou nesta quinta-feira (23.02) o termo de adesão que prevê o desenvolvimento de atividades de fiscalização e controle social. “Nós temos todos os dias de velar e ficarmos preocupados com a corrupção. Não podemos permitir que fatos de corrupção continuem a ocorrer. O sistema precisa ser aprimorado e, é isto que estamos fazendo, contando com o apoio da rede de controle”, salientou.

Durante a solenidade, o coordenador da Rede, Moisés Maciel, destacou os benefícios da parceria. “São dois parceiros importantíssimos. Juntos vamos combater a corrupção no Estado de Mato Grosso e, em contrapartida, teremos o fortalecimento das instituições de controle, troca de informações e cooperação em benefício de toda a população mato-grossense”, afirmou. A Rede foi fundada em 2010 e é composta por 13 instituições fiscalizadoras estaduais e federais.

O secretário do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção (GTCC), Fausto Freitas, explica que o gabinete foi criado há dois anos e que aos poucos as boas práticas estão se consolidado.

“Obviamente que de início muito coisa se tenta fazer. Hoje o gabinete tem frentes de trabalho definidas, entre elas o portal transparência, a capacitação dos servidores voltada à ética e controle social, o programa de integridade para coibir riscos de fraude no setor público e o canal de denúncias”, explicou Fausto.

Para o procurador-geral do Estado, Rogério Gallo, a inserção das organizações à Rede representa um compromisso permanente do Governo do Estado em continuar vigilante diante de possíveis irregularidades. “É um momento importante para a instituição e há um entendimento que a procuradoria e a advocacia pública Estadual fazem também um controle interno de legalidade, dos atos da administração pública. Quem ganha é o cidadão que vai ter atos corretos, sem desvios”, disse.

O grupo é formado por representantes da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT); Advocacia Geral da União (AGU), Caixa Econômica Federal (CEF); Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU); Controladoria Geral da União (CGU);Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-MT); Ministério Público de Contas (MPC/MT); Ministério Público Estadual (MPE/MT); Ministério Público Federal (MPF); Polícia Federal (PF); Receita Federal do Brasil (RFB); Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE/MT) e Tribunal de Contas da União (TCU). 

 

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114