» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Quarta, 19 de abril de 2017, 12h06

Corregedoria e CIJ lançam campanha


.

A campanha de Combate ao Abuso e à Exploração de Crianças e Adolescentes promovida pela Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso (CGJ-MT), por meio da Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ), será lançada no dia 2 de maio com uma oficina sobre o tema. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas AQUI , até o dia 27 de abril. Coordenada pela CIJ, a oficina será realizada no Espaço Justiça, Cultura e Arte Desembargador Gervásio Leite, na sede do Tribunal de Justiça, em Cuiabá.

Conforme a juíza auxiliar da CGJ-MT e coordenadora adjunta da CIJ, Jaqueline Cherulli, a oficina é uma metodologia de trabalho que prevê a formação coletiva por meio de interação e da troca de saberes entre os participantes. “Nosso objetivo é reunir operadores do Direito, a sociedade civil e autoridades em uma campanha intensa e permanente de combate à exploração infanto-juvenil, além de estimular as denúncias de práticas que ferem os direitos da criança e do adolescente”, argumenta a magistrada.

O evento é destinado a membros do Ministério Público, da Defensoria Pública, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), integrantes das secretarias Estadual e Municipal de Educação e Saúde, da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos, diretores das escolas estaduais, municipais e de creches, Polícia Civil e Militar, Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), universitários das áreas de Direito, Psicologia, Serviço Social, Medicina, Enfermagem e Pedagogia, bem como à sociedade em geral. As vagas são limitadas.

Maio – Jaqueline Cherulli explica que a campanha será realizada no decorrer do mês em que se comemora o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – 18 de maio. Contudo, a juíza ressalta que o foco é a prevenção de todas as formas de violência e abuso como: violência psicológica e física, negligência e abandono, trabalho infantil, tráfico de crianças e adolescentes, abuso e exploração sexual.

“Para auxiliar as pessoas a compreenderem esse universo nós elaboramos uma cartilha com informações sobre os tipos de violência, as diferenças entre elas, pedofilia, orientações sobre o que fazer quando uma criança ou adolescente sofre abuso, como e onde denunciar. Além disso, ela traz uma lista com telefones e endereços dos conselhos tutelares do Estado”, explica, acrescentando que o material será distribuído durante a campanha.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114