» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Segunda, 05 de junho de 2017, 13h19

PJE é exemplo de sustentabilidade


Nesta segunda-feira (5 de junho) é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem o objetivo de chamar a atenção de todos os governos mundiais sobre a necessidade de implantar medidas emergenciais para prevenir a degradação do meio ambiente.

Comprometido com a causa, o Poder Judiciário de Mato Grosso tem exemplos de sustentabilidade ambiental. Uma referência é o Processo Judicial Eletrônico. O PJe, além de tornar a Justiça mais célere e eficaz para a sociedade, reduz o consumo de papel, diminuindo assim o uso de matérias-primas, de energia, água e de produtos químicos utilizados no processo de produção das folhas, além da diminuição no gasto de combustível envolvido na logística e nas despesas de entrega.

Já são 157 unidades judiciárias implantadas. O ano de 2017 faz parte do segundo ciclo de implantação do PJe, que deve ser 100% concluído até o final de 2018. Além de concluir as migrações e preparar o ambiente para o ciclo de implantação de 2018, a atual administração também tem como grande objetivo consolidar os

avanços que foram feitos em 2015 e 2016 em termos de regulamentação das rotinas de trabalho e aprimoramento dos fluxos.

Mas não é só com o PJe que o Poder Judiciário se envolve na questão. Por meio do Juizado Volante Ambiental de Cuiabá (Juvam), o PJMT distribui hoje (5 de junho) cerca de 1.400 mudas de árvores frutíferas e nativas na Praça da República, região central da Capital, e no Parque Mãe Bonifácia. O plantio de árvores contribui para a purificação do ar, qualidade da água além de evitar a erosão do solo.

Agressão ao meio ambiente - E um dos maiores vilões da preservação ao meio ambiente é a emissão de gases de efeito estufa causada pelos automóveis. A fumaça soltada por carros e caminhões que transitam diariamente em Cuiabá teve grande aumento nos últimos anos. Uma forma para melhorar a qualidade do ar é utilizar transportes não poluentes, como a bicicleta, ou coletivos.

O desmatamento ilegal e as queimadas também são grandes inimigos da proteção ao ambiente. O desmatamento é responsável pela destruição ou modificação significativa em florestas e matas. Também podem causar prejuízos para a flora de um bioma e afetar a vida de várias espécies animais. Já as queimadas são uma das principais responsáveis pelo aquecimento global. Isso ocorre, pois é muito grande a liberação de dióxido de carbono (CO2), um dos principais gases do efeito estufa, na atmosfera.

Caso se depare com alguma situação de crime ou agressão ao meio ambiente, em contato com o serviço Linha Verde do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) pelo telefone 0800-61-8080 ou pelo e-mail linhaverde.sede@ibama.gov.br. A ligação é gratuita de qualquer ponto do País e funciona de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 18h. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114