» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Quarta, 06 de setembro de 2017, 13h09

MT acompanha divulgação do Justiça em Números


.

Representantes do Poder Judiciário de Mato Grosso participaram da reunião preparatória do XI Encontro Nacional do Poder Judiciário, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. O evento teve início ontem (4 de setembro) e terminou nesta terça-feira (5 de setembro), com o objetivo de expor os dados do relatório Justiça em Números 2017, debater seus resultados, bem como promover o diálogo sobre temas estratégicos, a fim de elaborar as sugestões de metas para 2018 por segmento de justiça.

A delegação mato-grossense foi composta pela juíza auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ-MT) Ana Cristina Silva Mendes e pelos servidores Reginaldo Cardozo, Flávio Paiva Pinto e Rodrigo Oliveira. O evento foi aberto pela ministra Cármen Lúcia, presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF). A programação incluiu o painel ‘O Judiciário em pauta’, que teve como palestrantes os jornalistas Eliane Cantanhêde, Frederico Vasconcelos e Míriam Leitão, além da apresentação das propostas de metas para 2018, e trocas de experiências entre os tribunais.

Ainda durante a reunião, foram divulgados os dados do anuário Justiça em Números 2017, a principal fonte das estatísticas oficiais do Poder Judiciário e que reúne informações de 90 tribunais. Também foi apresentado o aplicativo Cidadão Aqui, que permitirá à pessoa saber qual é a vara de Justiça ou tribunal mais próximo de sua residência, bem como informações sobre o volume de processos.

A ministra Cármen Lúcia disse que as estatísticas servirão de base para fixação e definição de planos, programas e políticas públicas do Judiciário. De acordo com ela, o CNJ tem como competência constitucional fixar as políticas necessárias para que a prestação jurisdicional seja mais eficiente.

A reunião preparatória antecede o Encontro Nacional do Poder Judiciário, em que as metas a serem cumpridas pela Justiça no ano seguinte são definidas. “É importante que as metas do Poder Judiciário não sejam feitas em um gabinete fechado em Brasília”, disse a ministra. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114