» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Quinta, 14 de setembro de 2017, 16h53

Sustentabilidade é pensar no futuro agindo hoje


Um bate-papo sobre a sustentabilidade no poder público foi realizado na Escola dos Servidores do Poder Judiciário na manhã desta quinta-feira (14 de setembro). A assessora-chefe de gestão socioambiental do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Ketelin Feitosa, falou sobre o assunto para servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso, do Governo do Estado e também do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso.

O ponto focal da apresentação foi o Plano Logístico de Sustentabilidade, traduzido pela debatedora como uma ferramenta de gestão administrativa para que as pessoas adotem novos hábitos de consumo. “Devemos ficar atentos à efetividade dos nossos hábitos diários, pois o PLS é um retrato do histórico do nosso consumo. É fácil entender o conceito porque nós já fazemos PLS em casa quando fazemos planejamento de economia de energia ou de água, por exemplo”, explicou.

Ela ressaltou ainda que a implantação dessa ferramenta passa por grandes desafios institucionais que precisam ser vencidos, como por exemplo, a resistência natural dos servidores, a falta de comunicação entre as Instituições, a diferença entre área meio e área fim, ciúmes institucional e falta de proatividade dos servidores. Situações que devem ser vencidas. “Comece a mudança por você, não espere pelo outro”, afirmou.

A palestra faz parte de uma série de ações voltadas para a sustentabilidade no Poder Judiciário na gestão 2017/2018, presidida pelo desembargador Rui Ramos Ribeiro. De acordo com a diretora-geral, Claudenice Deijany F. de Costa, várias ações sustentáveis já foram implantadas desde o início do ano. Dentre elas, a solicitação feita às coordenadorias para que se comunicassem com a Diretoria-Geral, prioritariamente, via eletrônica, a fim de economizar papel e impressões.

“Além dessa determinação, tivemos recentemente a troca dos copos descartáveis pelas garrafinhas squeezes, o desligamento automático das telas dos computadores após 10 minutos de inatividade. Esses são alguns exemplos de pequenas ações que irão gerar uma economia muito grande para o Poder, por conta disso pretendemos intensificá-las até o ano que vem. Temos que ter em mente que a sustentabilidade é um assunto não da moda, mas sim, uma matéria séria que precisa de enfoque crítico e prioritário, não somente na vida pessoal, mas, principalmente, na administração pública para preservar a nossa presente e futura geração”, concluiu.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114