» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Segunda, 18 de setembro de 2017, 21h08

Central realiza mutirões com escolas até sexta


Dentro do calendário estipulado pela Central de Conciliação de Cuiabá, ocorre de hoje a sexta-feira (18 a 22 de setembro), o mutirão do Instituto Cuiabano de Educação (ICE), Patronato Santo Antonio e Invest Educacional para regularização de débitos. Aqueles que receberam as cartas convites das instituições de ensino podem comparecer no Auditório do Fórum da capital, das 8h às 16h.

A expectativa da Central é que mais de 1200 pessoas passem pelo local nesta semana. Há também a perspectiva para o número do aumento de sessões de conciliação neste ano em virtude da agilidade na resolução de conflitos de forma consensual e também pelos benefícios concedidos nos mutirões. “Esperamos uma grande adesão e o comparecimento daqueles que foram convidados para tentar renegociar seu débito”, frisou a juíza diretora da Central, Adair Julieta da Silva.

O trabalhador autônomo, Luciano Nascimento Alencar compareceu ao mutirão para regularizar o débito que tinha com a Escola Patronato Santo Antonio. Ele contou que o valor era de R$ 13 mil e por questões pessoais a dívida chegou a esse valor e aguardava uma oportunidade como esta para regularizar sua situação. Com um desconto de 50% ele fará o pagamento à vista, o que para ele, foi muito benéfico. “Com a proposta que fizeram estou muito satisfeito. É importante fazer mais ações como esta principalmente pela crise que estamos passando. Foi muito vantajoso para mim”, ressaltou.

A advogada representante das três instituições solicitantes, Ana Paula Ricci informa que com o mutirão pretende recuperar até 30% do valor devido, já que, durante esta semana são oferecidas vantagens como: desconto de 100% da correção monetária, dos juros moratórios, a retirada da multa e o parcelamento sem juros remuneratórios.

Ela disse que o que se busca é privilegiar o novo Código de Processo Civil (CPC), que traz a questão da conciliação e dentro dessa proposta evitar o litígio. “O objetivo principal dessa parceria do escritório juntamente com as instituições solicitantes e a Central é propiciar que esses devedores, atualmente inadimplentes, venham a conseguir enquadrar no seu orçamento financeiro a questão das propostas e adimplir esses pagamentos”.

Na avaliação da advogada, a parceria com o Judiciário é muito importante para a concretização dos acordos e para o resgate da maior parte dos créditos tidos como prejuízo para as instituições.

A Central de Conciliação tem realizado um trabalho intenso e promovido diversos mutirões envolvendo os mais variados segmentos com a finalidade de evitar litígios. “Hoje a gente percebe que as pessoas procuram o mutirão para regularizar suas dívidas. Tudo isso evita a judicialização. As pessoas estão resolvendo seu conflito através da conciliação, através desses benefícios. Todos saem ganhando, tanto o jurisdicionado quanto a empresa que tem o débito”, reiterou a juíza Adair. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114