» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Quarta, 11 de outubro de 2017, 21h32

Acusado de feminicídio tentado vai a júri


Maurício Conceição Cruz está sendo julgado nesta quarta-feira (11 de outubro), em sessão do Tribunal do Júri presidida pela juíza Monica Catarina Perri Siqueira, titular da 1ª Vara Criminal de Cuiabá. O julgamento começou 8h e está previsto para terminar até o fim do dia. Maurício, que está preso preventivamente desde setembro de 2016, é acusado do crime de feminicídio na forma tentada, praticado contra a sogra dele, Joana de Souza Silva, de 53 anos, ocorrido no dia 19 de julho de 2016, no bairro Alvorada. O acusado confessou a autoria e alegou que não teve a intenção de matá-la.

De acordo com a denúncia, no dia do crime o acusado chegou à residência de Joana de Sousa Silva muito nervoso, e passou a agredi-la com a justificativa de que sua convivente Jéssica Silva Santos, filha da vítima, não atendia suas ligações. Maurício bateu violentamente em Joana com um capacete, “provocando-lhe graves ferimentos que somente não lhe causaram a morte pelo fato da vítima ter gritado e ter sido socorrida por terceiros”. Em seguida, o acusado fugiu do local e enviou uma mensagem para Jéssica dizendo que ela teria uma surpresa ao chegar em casa.

Consta ainda na denúncia que “o crime foi cometido por motivo torpe, consubstanciado no repugnante sentimento de posse do acusado em relação à Jéssica, sua companheira, na medida em que quis se vingar dela, por não ter atendido seu telefonema”. Ele resolveu tentar contra a vida de Joana, que no momento da agressão estava deitada num sofá, sonolenta e com problemas de saúde, o que dificultou a defesa dela.

Outros casos - No dia 20 de outubro, a partir das 13h30, será o julgamento de Florinda Alves Borelli pela morte de Gerson Antunes de Oliveira, em janeiro de 2015, no bairro Altos da Glória. Conforme o processo, a denunciada, “imbuída de animus necandi e por motivo torpe” matou a vítima com um golpe de faca na região do pescoço. Segundo as investigações, meses antes do crime, Florinda e Gerson, que eram vizinhos, tiveram um desentendimento em razão do término do muro que dividia os dois terrenos. Nessa oportunidade, a denunciada agrediu Gerson com uma rasteira, que revidou a agressão batendo na cabeça de Florinda com um pedaço de madeira.

No dia 26, Damião de Arruda Silva será julgado pelo homicídio de uma pessoa não identificada, por motivo torpe, com emprego de fogo e arma branca, e mediante recurso que dificultou a defesa do ofendido. De acordo com os autos, o crime ocorreu em agosto de 2014, no bairro Nova Esperança, quando a vítima chegou à residência de Damião acompanhada do também denunciando Hozeias de Jesus Fonseca e de um terceiro conhecido como “borracheiro”, para fazer compra e uso de drogas. Após o consumo da droga, eles passaram a exigir dinheiro da vítima para pagamento da droga consumida e começaram a lhe agredir.

A vítima, que não conseguia se defender das agressões em razão de estar com seus sentidos prejudicados pelo consumo de drogas, foi espancada pelos denunciados e por terceiros não identificados. Não satisfeitos, os autores enrolaram a vítima em um lençol, a jogaram no matagal e atearam fogo. Somente Damião será julgado este mês. O processo de Hozeias foi desmembrado em razão de um recurso contra a pronúncia do acusado. Os demais agentes não foram identificados.

E, no dia 30, irá a júri Mhilton Santos Souza, acusado de matar Claudiomiro Figueiredo de Assunção com disparo de arma de fogo, em dezembro de 2006, no CPA II. Consta nos autos que, na data dos fatos, o denunciado ingeria bebida alcoólica na Praça Cultural do bairro CPA II quando passou a dizer que seu capacete havia sumido. Mhilton acusou Claudiomiro, que passeava na praça de bicicleta, saiu atrás dele e efetuou um disparo na nuca da vítima. Em seguida fugiu do local.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114