» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Sábado, 11 de novembro de 2017, 13h12

TJMT presta homenagem póstuma a Florêncio Beserra


.

Em um lugar em que tantos julgamentos ocorrem, pessoas de todas as áreas do Tribunal de Justiça se juntaram não para julgar, mas para prestar uma homenagem. Na tarde desta sexta-feira (10 de novembro), foi celebrada a Missa de 7º Dia do servidor Florêncio Beserra, falecido no último sábado (4). Magistrados, servidores e familiares se uniram para agradecer a oportunidade de ter convivido por vários anos com uma pessoa amorosa, alegre e dedicada.

A cerimônia foi conduzida pelo grupo de oração e pelo padre Euler da Silva, representante da Paróquia São Gonçalo, acompanhados nos instrumentos musicais pela irmã Silvia Bruno e pelo servidor do TJ, Luiz Cláudio Sodré. Na oportunidade o pároco falou sobre a necessidade de celebrar a memória de um irmão com alegria por ele ter cumprido a missão que o Pai Celestial lhe ordenou.

“O fim de uma missão não pode ser comemorado com tristeza. A missa de Sétimo Dia nos ajuda a conciliar os nossos pensamentos com os planos de Deus e também a entender o motivo pelo qual as coisas acontecem na nossa vida. Se Florêncio foi uma pessoa que transmitia vida, alegria e coragem, então ele transmitia o próprio Senhor em seu viver”, ressaltou o sacerdote.

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rui Ramos Ribeiro, está em viagem e, por isso, foi representado pelo servidor Germano Filho, assessor da Presidência. Ali, o professor expressou o carinho que o magistrado tinha pelo cerimonialista no texto Lampejos de Luz. (Leia a íntegra do texto).

.

Também o vice-diretor-geral do TJMT, Eduardo Campos, destacou os sentimentos bons que dominaram a cerimônia. “Hoje vimos aqui um misto de amor, carinho e amizade expressados para com o Florêncio. Eu tive a felicidade de conviver com ele por 10 meses e aprendi a gostar dele por tudo que ele representa. Hoje sabemos que ele virou uma estrela no céu e estará sempre vivo em nossos corações”, pontuou.

Os quatro irmãos do servidor também fizeram questão de prestigiar a ação. Dentre eles, Florentino Beserra, destacou que Florêncio era o irmão mais velho e quem transmitia muita segurança emocional a toda a família. “Impecável, perfeccionista e devotado, Florêncio era nosso irmão mais velho. Ele assumiu o lugar de minha mãe quando ela morreu e com amor ele ‘comandava’ a família. Era ele quem levava os sobrinhos para as festas e para viagens e ninguém ousava desobedecer. Esta é uma perda irreparável para nós.”

Ele também agradeceu o tributo que o TJMT rendeu ao servidor ao falar da peça que o grupo de teatro “Fé. Amor. Alegria. Ode.”, do qual Florêncio participava, encenou. Intitulada “Florêncio. Você. E você!”, a encenação teve como objetivo externar a essência do cerimonialista demonstrando sua alegria, seu amor pela família, pelo serviço e pela arte.

O Instituto Jaiminho compareceu com parte da orquestra para executar as músicas “Ave Maria” e “Como é Grande o meu Amor por Você”.

Também prestigiaram o evento os desembargadores Maria Aparecida Ribeiro (corregedora-geral), Maria Erotides Kneip, Rondon Bassil Dower, Helena Maria Bezerra e a desembargadora aposentada Shelma Lombardi de Kato. Os juízes Jaqueline Cherulli e Aristeu Batista Vilella também assistiram à homenagem, bem como a diretora-geral, Claudenice Deijany F. de Costa.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114