» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Segunda, 27 de novembro de 2017, 14h23

Nugep é destaque em evento internacional


.

O trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Gerenciamento de Precedentes (Nugep) do Tribunal de Justiça de Mato Grosso foi apresentado no Seminário Internacional sobre Gestão Judicial Civil, promovido pela Faculdade de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo e o Centro de Estudos de Justiça das Américas (Ceja) nos dias 16 e 17 de novembro.

A juíza auxiliar da Vice-Presidência e coordenadora do Nugep, Vandymara Galvão Ramos Paiva Zanolo, apresentou dados, metas, informações e avanços do Nugep em apenas seis meses de instalação do setor no TJMT.

“Foi muito bom, e estimulante conseguir levantar tudo que já fizemos. Nosso trabalho foi bastante elogiado. A apresentação de 20 minutos foi bem concisa. E mostramos os gráficos, nossas ideias para o próximo ano de divulgação do Nugep, como foi implantado, nossos relatórios, que estão bem adiantados”, observou a juíza coordenadora.

O trabalho do Nugep foi identificado como relevante pelos pesquisadores do Ceja, e, por isso, a magistrada foi convidada para participar da Mesa “Precedentes judiciais: a experiência brasileira como referência para a América Latina”.

“Sentimos que estamos muito adiantados em relação aos países da América Espanhola, na área de informática, produtividade e controle pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça)”, destacou a magistrada, registrando que estiveram presentes no seminário representantes da Guatemala, Peru, Colômbia, Chile e Argentina. “Em termos organizacionais, de informatização e controle dos processos estamos bem à frente, porque há países muito rudimentares ainda”, acrescentou.

Na avaliação da juíza, as experiências mais interessantes apresentadas no seminário foram brasileiras. Ela destacou a apresentação da empresa EloGroup com um diagnóstico de fortalecimento do tribunais estaduais a partir de um guia de implantação de modelos alocativos para as secretarias, bem como a apresentação do Laboratório de Inovação na Justiça Federal feita pelo juiz Paulo Cezar Neves Júnior, do TRF 3ª Região.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114