» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Terça, 13 de março de 2018, 18h55

Gefron abre comemoração de aniversário com homenagem a civis e militares


Foto por: Lenine Martins
.

Quarenta e cinco pessoas, entre civis e militares que contribuíram de modo direto ou indireto com o trabalho do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), foram agraciadas com a medalha Mérito Policial de Fronteira, nesta terça-feira (13.03).

Entre as homenageadas está a investigadora da Polícia Judiciária Civil, Elenir Auxiliadora da Silva Naves Corrêa. “Fico muito feliz. Primeiro porque é um reconhecimento, significa que estão gostando do nosso trabalho, e segundo porque sou, além de mulher, uma policial civil desempenhando função administrativa de chefia de gabinete. É uma forma de reconhecer essa integração, de saber que me aceitam de forma integrada no grupo. Todos os colegas de alguma forma também estão sendo homenageados, porque não trabalho sozinha, tenho uma equipe coesa e harmônica”.

Instituída em abril de 2016, a medalha é uma forma de reconhecimento do trabalho de homens e mulheres que se dedicaram à atividade de policiamento dos 980 km de faixa de fronteira entre Mato Grosso e Bolívia. São gestores, ex-gestores, membros de instituições de outros poderes como o Judiciário e profissionais liberais.

O secretário de Segurança Pública, Gustavo Garcia, destaca que a entrega das medalhas vai além do reconhecimento, é um registro histórico para unidade, que hoje pode contar com o comprometimento desses profissionais no combate aos crimes praticados na fronteira, e ainda condecora civis que contribuíram de alguma forma.

“Hoje a fronteira tem uma característica única que é a integração de forças e de instituições que apoiam e potencializam as atividades. Fica um legado para nossa unidade e para nossa história, são pessoas que engrandecem os trabalhos realizados. O comprometimento desses profissionais nos permite estender o alcance das ações e, com isso, obter resultados positivos nos últimos anos”, enfatizou.

O comandante do Gefron, tenente coronel Josénildo Silva de Oliveira, frisa que os investimentos e a integração entre as instituições têm refletido diretamente nas ações do Gefron, principalmente na apreensão de drogas. “Temos um trabalho muito melhor em termos de segurança. Em três anos foram mais de 10 toneladas de drogas apreendidas, batendo o recorde dos últimos anos. Este ano já é mais de uma tonelada apreendida”.

Entre os homenageados, receberam também a medalha o deputado estadual Leonardo Ribeiro, secretário-chefe da Casa Militar, coronel PM Wesney de Castro Sodré, secretários de Cidades Wilson Santos e de Cultura, Kleber Lima, general de brigada do Exército Brasileiro, Fernando Dias Herz, comandante da Polícia Militar, coronel Marcos Vieira Cunha, prefeito de Cáceres Francis Maris Cruz, além de jornalistas, um juiz e um bombeiro militar.

O evento realizado no salão nobre Clovis Vettorato, Palácio Paiaguas, em Cuiabá, contou ainda com uma homenagem do Gefron ao 2º sargento da Policia Militar, Everton Amorim, que entra para reserva depois de 31 anos dedicados a corporação.

Aniversário

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), comemora no mês de março 16 anos de existência em Mato Grosso. Buscando se aproximar ainda mais da população, este ano o grupo realiza pela primeira vez a corrida ‘O Desafio da Fronteira’, além de formatura, torneio de tiro e lançamento de uma revista alusiva aos 16 anos de atuação no estado.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114