» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Quarta, 11 de abril de 2018, 14h33

Leilões de R$ 22 milhões do TJMT dispõe de carros, imóveis a eletrônicos


.

A temporada de leilões do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) foi aberta nesta terça-feira (10) e cerca de 30 lotes já foram vendidos na primeira fase. O leilão reúne 77 lotes com bens provenientes de processos cíveis e criminais - que incluem automóveis, motocicletas, imóveis e eletrônicos como TVs e condicionadores de ar. O leilão foi realizado no auditório de um hotel, na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá.

O montante avaliado dos bens está em torno dos R$ 22 milhões e voltará a ser apresentando no próximo dia 24 de abril com descontos de 50% e 80%.

De acordo com o leiloeiro, Flares Aguiar da Silva, o leilão teve um resultado positivo – uma vez que vendeu praticamente todos os automóveis apresentados.

“O leilão foi proveitoso. Hoje pela facilidade da internet os interessados também puderam dar lances de suas casas. Os imóveis podem ser comprados parcelados, ou seja, uma entrada de 25% e outros 30 meses para parcelar o restante. Os lotes que vieram de processos cíveis podem cair para 80% do seu valor. Já os bens de processos criminais caem 50% do seu valor avaliado”, ponderou.

O aposentado João Rodrigues aproveitou o ensejo para comprar um caminhão Scania 112 e uma Televisão de 39 polegadas. “Vi vantagem no negócio. É bom arriscar para encontrar propostas mais baratas que o mercado. O caminhão consertarei para trabalhar. Agora a televisão é para o meu neto jogar vídeo game, divertir um pouco né. Valeu muito a pena, não ficou muito caro paguei R$ 14.500 no caminhão e R$ 550 na TV”, comentou o aposentado.

Além dele, o empresário Fabio Junior Maia também foi ao leilão em busca de bons negócios. “Minha intenção foi arrematar um veiculo com preço abaixo do mercado. Estava de olho numa Hilux SW4 que foi avaliada por R$ 130 mil, mas ainda acho que o valor pode baixar mais uns 50%, porque não houve lances. Vou retornar e levar ela no leilão de segunda praça”, narrou Fabio.

Leilão
- Anunciados um a um, indicando-se o valor da avaliação, os bens poderão receber lances de “viva voz” no próprio local do leilão ou pela internet, mediante cadastro prévio, por meio dos sites utilizados pelos leiloeiros oficiais Wellington Martins Araújo (acesse aqui www.araujoleiloes.com.br ) e Flares Aguiar da Silva (acesse aqui www.dadivaleiloes.com.br ).

De acordo com o regulamento, os lances ofertados serão irretratáveis e, em primeira praça, somente serão aceitos se alcançarem o valor da avaliação. No ato da arrematação deverá ser entregue a título de sinal, cheque no valor de 25% do lance ofertado, além de outro no valor de 5% da comissão devida ao leiloeiro.

Os bens que não forem objeto de arrematação ou adjudicação após a realização das duas praças poderão ser, por solicitação e a critério da Justiça Estadual, novamente apregoados ao final do leilão.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114