» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Quarta, 16 de maio de 2018, 18h42

Debates e inauguração marcam comemoração do Dia da Defensoria Pública em Mato Grosso


.

As comemorações do Dia da Defensoria Pública, estabelecido em 19 de maio, começam nesta quarta-feira (16/5) com o Seminário Interdisciplinar da Defensoria Pública de Mato Grosso (DPE/MT), que pretende apresentar e debater temas da área de atuação dos membros da Instituição, entre eles, uma assunto essencial para a vida da população, a saúde pública em Mato Grosso. A abertura será às 13h, no Plenário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na avenida Rubens de Mendonça, em Cuiabá.

O evento, organizado pela Associação Mato-Grossense dos Defensores Públicos (AMDEP), pelo Sindicato dos Defensores Públicos de Mato Grosso (Sindep) e pela atual administração da DPE, abordará temas polêmicos, técnicos e que ainda causam dúvidas na hora da atuação dos defensores. Um deles será tratado na palestra: “Violência Obstétrica e Descriminalização do Aborto”, que será ministrada pela defensora pública e coordenadora do Núcleo de Defesa da Mulher de Cuiabá (Nudem), Rosana Leite, na quinta-feira (17/5), às 8h da manhã.

Hoje - Nesta quarta-feira, a abertura ficará com os defensores Edson Weschter, Marcos Rondon Silva, Regiane Ribeiro e Carlos Roika que tratarão da “Interlocução das Instâncias”. “Esse tema é de interesse direto dos defensores pois quem entra com uma ação em primeira instância, não dará andamento nela, quando ela subir para a segunda, quando ela vai para o Tribunal de Justiça. E isso provoca um certo conflito, pois muitos acreditam que a atuação deveria ter uma linha comum aos dois profissionais envolvidos. E fazer essa interlocução é um de nossos desafios internos”, explica o presidente da AMDEP, João Paulo Dias.

Após essa palestra, que terá início às 13h30, os presentes poderão fazer perguntas e em seguida, às 16h terá um intervalo. A palestra seguinte, 16h30, será: “Contribuições ao Conselho da Criança e do Adolescente”, apresentada pelo auditor da Receita Federal, Renato Pinheiro. E após a abertura para perguntas o evento será encerrado, no início da noite.

Na quinta-feira (16/5) a programação começa às 8h e segue durante todo o dia com as palestras: “Paradigma atual das Políticas sobre Drogas”, ministrada pelo consultor em políticas sobre drogas, Paulo Roberto Santana, que começa sua apresentação às 9h30. E no início da tarde o novo Código de Processo Civil (CPC) será tema da palestra “Novidades e Polêmicas do CPC/2015, com Reflexos Diretos na Atuação Funcional”, a ser feita pelo defensor público Ricardo Pereira. No fim da tarde, 16h30, o defensor público Diogo Horita falará sobre as decisões do Conselho Superior da Defensoria Pública, órgão colegiado por onde passam todas as principais decisões da Instituição.

Saúde - A programação de quinta-feira termina com um debate importante e essencial para o cidadão mato-grossense, que por esse motivo, é tema recorrente na atuação dos defensores públicos no Estado, a saúde pública. “A situação da estrutura, de recursos humanos, de equipamentos, material e física para o atendimento da saúde pública em Mato Grosso está cada vez mais precária e se algo não for feito logo, a situação vai piorar muito. O que os colegas têm enfrentando nessa atuação, para garantir vidas individuais, nos mostra que o cenário é de penúria, de precariedade e de retração da oferta, quando a por outro lado, a população só aumenta. E o problema maior é que não há sinalização que indique algo positivo para essa área, o que nos leva a discutir o assunto”, explica João Paulo Dias.

Nova Sede - Na sexta-feira (18/5) a programação começa à 9h, com um evento significativo para membros e servidores da Defensoria Pública, a inauguração da nova sede administrativa do órgão, no Centro Político Administrativo (CPA), com a presença de autoridades, defensores, servidores e a população. A nova sede será no antigo prédio do Tribunal de Contas da União (TCU) que deixou o lugar no ano passado. O termo de cessão do prédio foi assinado no dia 11 de abril deste ano e desde então, a Administração da DPE trabalha para que a mudança.

“Essa mudança representa a chance de nos reorganizarmos para atender melhor o cidadão que precisa dos serviços da Defensoria Pública. Vamos deixar o espaço atual para os colegas que trabalham na área criminal e com isso, também ampliaremos a atuação do Balcão de Cidadania, por onde passaram mais de 40 mil pessoas no ano passado” informa o defensor público-geral, Silvio Jeferson de Santana.

O Seminário será encerrado com a palestra “Saúde Mental, Refugiados e Grandes Catástrofes: a proteção integral à criança e ao adolescente”, às 14h de sexta-feira, ministrada pela defensora pública de São Paulo, Leila Rocha Sponton.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114