» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Segunda, 11 de junho de 2018, 19h54

Mais de 90 coordenadores de escolas municipais em Cuiabá serão capacitados nesta terça


.

O projeto “Água para o Futuro”, que busca a proteção das nascentes da área urbana de Cuiabá, será apresentado amanhã (12), a partir das 9 horas, no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça, em Cuiabá, para mais de 90 coordenadores pedagógicos de escolas municipais da Capital. O objetivo é fazer com que os participantes se tornem multiplicadores nas unidades escolares, falando da importância de garantir a segurança hídrica e o abastecimento de água potável para a presente e as futuras gerações.

Essa é a primeira etapa de um trabalho desenvolvido pelo Ministério Público Estadual, em parceria com TV Centro América, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Instituto Ação Verde que vai premiar alunos da rede de ensino municipal que se destacarem no concurso de frases, redação e vídeos. De acordo com o idealizador do projeto “Água para o Futuro”, promotor de Justiça Gerson Natalício Barbosa, a capacitação é necessária para que os professores conheçam a temática que será trabalhada em sala de aula.

Cuiabá é um município privilegiado, que comporta um sistema superficial de abastecimento (fio d'água), não sendo necessária a construção de represas (lagos de inundação) para o abastecimento. No entanto, para que haja eficiência na oferta de água, é necessário que as nascentes e os corpos hídricos existentes no município estejam íntegros.

O “Água para o Futuro” é composto por profissionais que realizam os estudos ambientais das nascentes urbanas nas áreas de Geologia, Hidrogeologia, Fauna e Vegetação. O projeto também envolve profissionais de diversas áreas da tecnologia para o armazenamento e processamento de dados geográficos, desenvolvimento do site e aplicativo para smartphone, filmagens aéreas em alta definição, utilização de veículo aéreo não tripulado (vant), para monitoramento, inspeções e perícias, confecção de mapas, entre outras funções.

Dos 550 pontos vistoriados na Capital Mato-grossense, 155 nascentes foram confirmadas pelo projeto.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114