» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Quarta, 13 de junho de 2018, 21h51

Coetrae decide retomar atividades em Mato Grosso no próximo dia 09


Com intermediação realizada pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, representantes de entidades que compõem a Comissão Estadual para Erradicação do Trabalho Escravo (Coetrae) decidiram retomar as atividades no próximo dia 09. Os trabalhos estavam parados desde novembro de 2016, em razão de divergências entre o Governo do Estado e a coordenação da comissão.

Na reunião realizada nesta quarta-feira, presidida pelo procurador-geral de Justiça, Mauro Benedito Pouso Curvo, foi deliberado que a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) manterá orçamento e recursos financeiros na ordem de R$ 1,2 milhão para uso exclusivo dos projetos a serem apresentados pela Coetrae. Também ficou acertado que será disponibilizado um cargo para atender a comissão.

Além do procurador-geral de Justiça, participaram da reunião o procurador-chefe do MPF em Mato Grosso, Gustavo Nogami; o promotor de Justiça de Defesa Ambiental, Marcelo Vacchiano; a procuradora do MPT, Lys Sobral Cardoso; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Fausto Freitas; o presidente da Cotrae, Inácio Werner, entre outros convidados.

A Coetrae desenvolve ações em quatro pilares: integração das instituições que atuam no combate ao trabalho escravo, ações preventivas nos locais com maior incidência de trabalho escravo; reinserção dos trabalhadores egressos no mercado de trabalho e repressão.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai Emanuel tem várias denúncias por corrupção
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114