» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Sexta, 06 de julho de 2018, 09h37

Veja ranking das comarcas que mais economizaram


projeto de Gerenciamento Matricial de Despesas (GMD), desenvolvido pela Coordenadoria de Planejamento do Tribunal de Justiça, segue a todo vapor no Poder Judiciário de Mato Grosso e traz resultados significativos: de novembro de 2017 a maio de 2018 foi contabilizada redução de aproximadamente 40% nas despesas com papel nas comarcas do Estado. O período anterior apontou gastos na ordem de R$ 600,3 mil e, no período atual, de R$ 361 mil, o que representa redução de 39,85%. Além disso, o GMD computou também redução em despesas com impressão (outsourcing) de 0,63%.

Em relação aos gastos com resmas de papel, as comarcas de Primeira Entrância que mais se destacam até agora são: Jauru (-93,50%), Pedra Preta (-93,50%) e Nova Canaã do Norte (-80,86%). Já as comarcas que Segunda Entrância que encabeçam a lista de mais econômicas nesse quesito são: Colíder (-85,02%), Chapada dos Guimarães (-82,54%) e Campo Verde (-80,16%). As de Terceira Entrância que por enquanto figuram dentre as que mais economizaram papel são Barra do Garças (-77,856%), Cáceres (-65,64%) e Lucas do Rio Verde (-57,77%). Por fim, as de Entrância Especial que mais registram economia são Cuiabá (-47,48%), Sinop (-41,69%) e Rondonópolis (-35,52%).

De acordo com a assessora da Coordenadoria de Planejamento (Coplan) do Tribunal de Justiça (TJMT), Vera Lícia de Arimatéia Silva, o resultado obtido até agora no quesito papel foi bem maior que o esperado e demonstra que as comarcas estão no caminho certo. Uma orientação dada pela servidora é que as comarcas não precisam ter estoque desse material. A solicitação ao Departamento de Material e Patrimônio (DMP) deve ser feita de acordo com a necessidade de uso. “Algumas comarcas já avisaram que tinham estoque de papel e não fizeram novos pedidos. Isso interfere positivamente na classificação delas no projeto. É bom ressaltar que as comarcas não precisam se preocupar em ter grandes estoques, a solicitação pode ser feita conforme a necessidade”, explica.

Já com relação a maior conscientização em relação ao uso da impressora destacam-se, dentre as comarcas de Primeira Entrância, Santo Antônio de Leverger (-36,66%), Dom Aquino (-26,87%) e Cláudia (-20,86%). Nas comarcas de Segunda Entrância são destaque Alto Araguaia (-20,86%), Chapada dos Guimarães (-20,20%) e Campo Verde (-17,79%). A comarca de Terceira Entrância que mais economizou nesse quesito foi Cáceres (-13,34%) e, dentre as de Entrância Especial, Cuiabá (-9,19%).

Nesse quesito, o GMD entende que os resultados podem se tornar ainda mais expressivos, até mesmo por conta da expansão do Processo Judicial Eletrônico (PJe). “Queremos disseminar cada vez mais a cultura da consciência ambiental. Devo perguntar: preciso mesmo imprimir isso? Não posso fazer de outra forma?”, questiona Vera Lícia. Segundo ela, a orientação geral também é no sentido que a impressora não seja utilizada para fins particulares. “Verificamos que ainda existe muita impressão de documentos pessoais. Queremos trazer essa conscientização a cada um dos servidores. Nesse quesito podemos melhorar bastante”, alertou a servidora.

Caso os gestores das comarcas tenham interesse, Vera Lícia explica que o GMD pode fornecer orientações pontuais, inclusive com envio de material motivacional específico às comarcas. Mais informações: (65) 3617-3511.

Reconhecimento – Além de economia com papel e impressão, o projeto de Gerenciamento Matricial de Despesas monitora ainda as despesas com energia elétrica, telefonia fixa, telefonia móvel e correios. Em dezembro, serão entregues selos de reconhecimento às comarcas que apresentarem economia na somatória desses quesitos, computados entre novembro de 2017 a outubro de 2018.

As categorias são: Selo Bronze (redução de 5% a 9,99%), Selo Prata (10% a 14,99%), Selo Ouro (15% a 29,99%) e Selo Diamante (acima de 30%). A entrega dos selos está prevista para dezembro, durante o III Encontro de Sustentabilidade na Administração do Poder Judiciário, com a participação de representantes de todas as comarcas premiadas.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114