» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Sexta, 05 de outubro de 2018, 15h42

Departamentos do TJMT reduzem consumo de papel


O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), por meio do Núcleo Socioambiental em parceria com o projeto Gestão Matricial de Despesas (GMD - vinculado à Coordenadoria de Planejamento/Coplan) premiou as duas coordenadorias que mais economizaram papel no mês de julho. A gincana “Faça seu Papel”, contemplou a Diretoria Geral e a Vice-Presidência que empataram no percentual de 57% em economia.

O objetivo foi promover a sustentabilidade ambiental e a conscientização dos servidores e magistrados sobre a economicidade dos gastos públicos. Nós ficamos felizes por atingir a meta que nos propomos a fazer. Sempre pensando em fazer mais com menos e também levar isso para nossas vidas particulares. O presidente do Tribunal está de parabéns por ter incentivado e determinado a mobilização dessa preocupação socioambiental aqui dentro do TJMT”, pontou a vice-presidente, desembargadora Marilsen Andrade Addário.

Entre os 25 departamentos do Tribunal de Justiça que participaram da Gincana no mês de julho a Diretoria Geral e a vice-presidência diminuíram 57% no consumo de impressões. Na vice-presidência, em julho de 2017 foram feitas 19.636 impressões e em julho deste ano 8.400, a redução foi de 11.236 unidades. Já a Diretoria Geral o desempenho também foi positivo. Em 2017, o número de impressões foi de 3.453 e este ano caiu para 1.466, queda de 1.987.

De acordo com a vice-diretora-geral, Claudenice Deijany F. de Costa, o mérito do sucesso desta campanha foi de todos os servidores que se empenharam. “A responsabilidade socioambiental é uma ideia que precisa ser pensada com uma quebra de paradigma. Você chega à sua sala de trabalho e ao lado da impressora tem um pilha de papel. Se não avaliarmos de onde está saindo a verba para comprar aquele insumo, você irá fazer gastos desnecessários. Sabemos que é possível economizar e reduzir o consumo. Precisamos dar o exemplo e conquistando o primeiro lugar, assim como a vice-presidência, foi muito especial. Aqui é nosso ambiente de trabalho, onde passamos o maior parte do tempo e temos que ter consciência das nossas ações”, pontou a vice-diretora.

Para a líder do Núcleo Socioambiental do TJMT, Ana Carolina Ribeiro da Cunha Ferreira, a ação é um passo importante na busca pelo pleno desenvolvimento sustentável do Poder Judiciário. “E muito bacana ver que o servidor pode fazer essa diferença. Por exemplo, aqui na vice-presidência eles reduziram na carga de distribuição – antes imprimiam três vias agora fazem isso numa folha só. São atitudes simples que fazem a diferença. A gincana de papel foi uma ideia momentânea e foi muito positiva e certamente virão outras gincanas, pois temos planos muito interessantes para o Núcleo e a conscientização permanente de todos os servidores sobre as atitudes sustentáveis”, comentou.

Por fim, a assessora de Planejamento integrante projeto de Gestão Matricial de Recursos e Orçamento, Vera Lícia de Arimatéia Silva, pontou que a parceria entre a Coordenadoria de Planejamento (Coplan) e o Núcleo Socioambiental foi um casamento perfeito. “O GMD e o Núcleo estão a cada dia mais sintonizados. O GMD com uma visão mais numérica mais técnica e o Núcleo na firme na questão da conscientização e sempre tocando o coração de cada servidor com uma atitude mais sustentável. É muito importante o envolvimento de todos. Fico feliz, pois vemos o resultado em todas as ações que nós planejamos e executamos”, concluiu.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114