» mais
Comentar           Imprimir
Justiça e Direito
Segunda, 14 de janeiro de 2019, 17h07

Duas aldeias receberão atendimento assistencial do Ribeirinho Cidadão


Duas comunidades indígenas serão atendidas em ambas as etapas (fluvial e terrestre) da 12ª edição do Programa Ribeirinho Cidadão, realizado pelo Poder Judiciário de Mato Grosso e pela Defensoria Púbica Estadual. A aldeia Perigara, que abriga a etnia Bororo, fica localizada a 121 km do município de Barão de Melgaço e a aldeia Gomes Carneiro, também com índios bororos, está a 280 km da cidade de Santo Antonio do Leverger. Elas vão receber os diversos serviços de justiça, saúde e cidadania, nos dias 11 e 19 de fevereiro, respectivamente.

 

.


Essas duas aldeias estão localizadas em regiões de difícil acesso. Em Perigara, em certos períodos do ano, o acesso só é possível por meio de barco ou avião e em outros meses pela estrada, porém, com veículo adequado. Já em Gomes Carneiro, a dificuldade de locomoção até a cidade dificulta que os índios recebam serviços básicos como os que serão oferecidos no Ribeirinho Cidadão.

O prefeito de Barão de Melgaço, Elvio Queiroz disse que na aldeia Gomes Carneiro a escola está desativada e não há estrutura de posto de saúde para atender a comunidade de aproximadamente 100 pessoas que lá residem. Com a dificuldade de acesso ao local, surgem as complicações, daí a importância de o Programa do Poder Judiciário chegar até essas pessoas. “O Ribeirinho Cidadão é uma oportunidade de levar atendimentos àqueles que mais precisam”, falou.

Já na aldeia Perigara as dificuldades são ainda maiores, principalmente com a cheia do rio. Mesmo contando com uma escola estadual (com uma sala anexa do Município), posto de saúde custeado com verba federal e conveniado com a prefeitura de Santo Antonio do Leverger, aquela população é carente de diversos serviços, como contou o prefeito Valdir Pereira. “Os índios vivem ali em seu clã e por mais que tenham atenção básica, existem índices de doenças, de mortalidades. Lá não há algumas especialidades, a exemplo de médicos oftalmologistas e com isso muitas pessoas têm problemas sérios nas vistas”, acrescentou Valdir Pereira.

Esse é um dos motivos do contentamento dessa comunidade ao receber o programa assistencial do Tribunal de Justiça, conforme comentou o prefeito. “Quando a equipe do Ribeirinho chega lá é uma alegria imensa, levam esperança para aquela comunidade”, afirmou.

A 12ª edição do projeto Ribeirinho Cidadão ocorrerá durante o mês de fevereiro. De 4 a 14 será realizada a etapa fluvial e no período de 17 a 25 a fase terrestre. A ação é uma iniciativa do Poder Judiciário de Mato Grosso em parceria com a Defensoria Pública e vários outros órgãos e instituições. O objetivo de levar diversos tipos de serviços assistenciais às comunidades ribeirinhas carentes dos municípios de Barão de Melgaço, Santo Antonio do Leverger, Poconé e Juscimeira.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114