» mais
Comentar           Imprimir
Educação
Sexta, 12 de maio de 2017, 07h36

Fapesp e Shell selecionam projeto para criação do Centro de Pesquisa em Novas Energia


A Fapesp e a Shell realizam em 16 de maio, na sede da Fapesp, um workshop para discussão dos temas de investigação científica e tecnológica do futuro Centro de Pesquisa em Novas Energias, que será cofinanciado pela Fundação e pela empresa.

A chamada de propostas para apresentação de projetos de constituição do Centro foi lançada em abril e o prazo de apresentação de projetos encerra em 9 de junho. A divulgação dos resultados será em 1º de setembro de 2017.

O Centro de Pesquisa em Novas Energias realizará pesquisas que poderão viabilizar novas oportunidades de negócio ao explorar desafios tecnológicos relacionados ao desenvolvimento de novos carregadores de energia de baixo custo, abundantes e limpos, assim como novas rotas para converter metano em produtos químicos.

“A colaboração com a Shell, empresa que tem intensa atividade própria de P&D, é de enorme valor para a Fapesp em seu objetivo de aumentar o impacto da pesquisa feita no Estado de São Paulo. Os desafios científicos e tecnológicos apresentados no edital buscam propostas avançadas e não incrementais, que possam efetivamente ter efeitos em escala mundial, e há em São Paulo uma comunidade de pesquisa apta a enfrentá-los”, disse Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fapesp.

O Centro poderá ter financiamento por até 10 anos no âmbito do Programa Centros de Pesquisa em Engenharia, da Fapesp. Para os primeiros cinco anos de atividade está previsto um aporte de recursos da ordem de R$ 16,7 milhões compartilhados pela Fapesp e a Shell. A instituição-sede do projeto selecionado na chamada de propostas participará com contrapartida econômica na forma de salários de pesquisadores e pessoal de apoio, infraestrutura e instalações.

O workshop será aberto por José Goldemberg, presidente da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico, André Lopes Araújo, presidente da Shell Brasil, e Jane Zhang, gerente-geral de P&D da Shell no Brasil.

“A evolução do sistema energético mundial tem seguido linhas que foram inovadoras há 20 anos atrás, como a energia eólica, energia fotovoltaica e tecnologia de biomassa, mas que estão necessitando agora de um novo impulso. O objetivo do centro não é a melhoria dessas tecnologias, que estão hoje em implantação, mas explorar novas fronteiras, isto é, trabalhar na vanguarda do conhecimento científico”, disse José Goldemberg, presidente da Fapesp.

“Temos hoje um imenso desafio em prover mais energia para uma população mundial crescente e em busca de uma qualidade de vida melhor. Precisaremos acompanhar este crescimento de demanda e, ao mesmo tempo, produzir mais energia com menos emissão de CO2. Para a Shell, estar na vanguarda das pesquisas de novas energias ao lado de instituições de ponta como a Fapesp é a prova de nosso compromisso com o Brasil e com um futuro energético mais limpo”, afirmou André Araújo, presidente da Shell Brasil.

Os temas em foco no workshop Centro de Pesquisa em Novas Energias seguem os temas centrais de pesquisa das quatro divisões do Centro: transportadores de alta densidade de energia; armazenamento avançado de energia; conversão de metano em produtos; e ciência computacional de materiais.

Participam das apresentações e discussões científicas o professor Luiz Nunes de Oliveira, coordenador da área de Programas Especiais e Colaborações em Pesquisa da FAPESP, e os representantes da área de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Shell Ajay Mehta, gerente-geral de Pesquisa de Longo Alcance (Long Range Research - LRR); Joep Huijsmans, assessor técnico sênior; Leonardo Spanu, pesquisador sênior; e Flávia Cassiola, pesquisadora brasileira da Shell Internacional, Produção e Exploração.

O texto da Chamada de Propostas está publicado em: http://www.fapesp.br/en/10896

Agência Fapesp


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114