» mais
Comentar           Imprimir
Educação
Terça, 16 de maio de 2017, 19h26

Brasileiros apresentam projetos em feira de ciências dos EUA


Uma equipe de estudantes brasileiros está participando da 68ª edição da Intel International Science and Engineering Fair (Intel Isef 2017), nos Estados Unidos. A feira é considerada a maior no segmento de empreendimento de pré-universitários de ciências e engenharia do país norte-americano.

Os estudantes selecionados são finalistas da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace/2016) e levaram cinco projetos de destaque para o evento, que foi aberto no último domingo (14), em Los Angeles, e se estenderá até a próxima sexta-feira (19).

Entre os trabalhos que serão apresentados está o projeto Juststep – Piso tátil integrado a comando de voz, do Instituto Federal da Bahia (IFBA/Campus Salvador). “O objetivo do projeto é dar autonomia a cegos”, resume o orientador Justino de Araújo Medeiros, que integra a equipe responsável pelo trabalho ao lado da co-orientadora Andrea Cassia Peixoto Bittencourt e a da estudante Lorenna Santos Villas Boas.

“É um piso tátil que será colocado na entrada e proximidade de lugares públicos. Ele tem um circuito eletrônico que indica sonoramente, via Wi-Fi, por exemplo, que a biblioteca está à esquerda ou o a sala de aula à direita. A partir disso, é possível montar todo o percurso. Então você usa a tecnologia para o social, dando independência e autonomia para os cegos poderem fazer o que eles precisam sem necessidade de guias.”

Além do IFBA, participam da feira norte-americana o Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS/Campus Aquidauana), com o projeto Interface Cérebro – computador de loop fechado hospedado em sistema de computação distribuída para comunicação com pessoas inicialmente classificadas em estado vegetativo ou coma.

Já o Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS/ Campus Osório) levou o projeto de Transformação dos resíduos agroindustriais do maracujá em filmes plásticos biodegradáveis, e o Cefet-MG/Campus III Leopoldina participa com a Simulação da dispersão do Aedes aegypti usando autômatos celulares. O IFSulriograndense/Campus Charqueadas apresenta o trabalho SMARTLEG – Prótese transfemoral inteligente II.

Educação pública

O diretor de desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (EPCT), Romero Portella Raposo Filho, pontua a seleção da equipe brasileira como parte do programa de internacionalização da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec).

“A Intel ISEF é uma das feiras de referência de ciência, tecnologia, empreendedorismo e inovação”, destaca. “Nossa rede, com cinco projetos, mostra que todo o nosso esforço para uma educação pública e de qualidade vem dando resultados, e isso muito nos alegra. Esperamos que ocorra tudo bem e que sejamos campeões mais uma vez.”

Feira

A Intel ISEF é realizada desde 1950, e mais de 50 países apresentam trabalhos durante o evento. No Brasil, a Febrace é a responsável pela seleção dos projetos da delegação que representa o País no evento. Apenas alunos de até 19 anos podem concorrer à viagem.

As despesas de viagem e hospedagem foram pagas pela Intel Internacional, com apoio do Ministério da Educação, que patrocinou a ida dos professores-orientadores. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A retomada das obras do VLT pode ser:

Palanque político para 2018
Mais uma balela sem fim
Confio na solução do problema
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114