» mais
Comentar           Imprimir
Educação
Sábado, 11 de novembro de 2017, 13h49

Escola Plena é apresentada para gestores e assessores pedagógicos


Foto: Junior Silgueiro
.

Gestores e assessores pedagógicos de mais de 10 municípios de Mato Grosso participaram nesta sexta-feira (10.11) de um encontro na Escola Plena José de Mesquita, na capital, para conhecer o modelo de escola em tempo integral que passou a funcionar em 14 unidades do Estado.

De acordo com o coordenado de Ensino Médio da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), Rogério Gomes, o encontro marca o início de uma série de reuniões pelo Estado para divulgar o modelo pedagógico das Escolas Plenas.

“Estamos apresentando o projeto e trouxemos esses gestores aqui para a José de Mesquita, uma unidade que está há dois anos em tempo integral e tem apresentado muitos resultados positivos, desde a implantação do modelo”, lembrou.

Rogério explicou que, em Mato Grosso, a implantação contou com o auxílio do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), com base no exemplo da Escola da Escolha, nome das escolas integrais de Pernambuco, estado modelo na implantação do ensino integral.

“É uma referência que trouxemos para aplicar na nossa realidade. Os jovens são o centro desse projeto, pelo qual os ensinamos a serem protagonistas e a sonhar com seus projetos de vida. Além disso, o foco é para que os jovens aprendam as competências do século XXI e sigam em frente no pós-escola”.

Para a diretora da EE Elizabeth Evangelista Pereira, do município de Rosário Oeste, Maria Célia Martins Fernandes, a proposta do ensino integral seria muito bem-vinda na cidade em que ela atua, já que apresenta alto índice de evasão escolar.

“Temos muitos problemas de evasão, de repetição e reprovação por falta. O modelo é novo e pode ser o ideal para que essas situações sejam revertidas. O aluno em tempo integral na escola é mais amparado dentro da aprendizagem e dos seus objetivos de vida”.

Atualmente, a unidade conta com 420 alunos e atende o Ensino Médio, que é o foco das Escolas Plenas. “Se a comunidade se interessar e quiser o modelo, será um ganho muito grande”.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114