» mais
Comentar           Imprimir
Educação
Terça, 06 de fevereiro de 2018, 08h09

Dia de Campo apresenta tecnologias em Porto dos Gaúchos


No sábado (03), a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Câmpus de Sinop, realizou o “Dia de Campo – Vitrine Tecnológica Agrícola”, na cidade de Porto dos Gaúchos (655 km de Cuiabá). O evento consistiu em promover a difusão do conhecimento técnico, cientifico, integração entre os produtores e técnicos e especialistas, estudantes – tanto da UFMT quanto de outras instituições – e outros profissionais da área do agronegócio na região e no Estado.

Conforme a reitora da UFMT, professora Myrian Serra, o evento marcou e consolidou a aproximação entre academia e sociedade, especialmente os setores produtivo e empresarial. “Essas iniciativas visam o melhor para a região, para o desenvolvimento, fortalecendo a interlocução entre a Universidade e a sociedade, primordialmente no sentido de propor soluções. Estou muito feliz em ver a UFMT cumprindo seu objetivo e papel social”, ressaltou.

Para o Pró-Reitor do Câmpus, professor Roberto Carlos Beber, o evento ampliou os horizontes dos estudantes, com a visibilidade de tecnologias e recuperação de pastagens. “O ‘Dia de Campo’ sintetizou o tripé ensino, pesquisa e extensão. Os objetivos foram alcançados e iniciativas como essa são fundamentais”, observou.

O coordenador do evento, professor Daniel Abreu, destacou a articulação entre Universidade e sociedade. “Além de levar conhecimento, a Instituição também aprende com os produtores, possibilitando o contato com a realidade da produção rural, sempre na premissa da busca pela excelência”, comentou.

Por sua vez, o coordenador do Escritório de Inovação Tecnológica (EIT) da UFMT, professor Olivan Rabêlo, pontuou que o evento apresentou perspectivas interessantes. “Além de contribuir com o ensino-aprendizagem, o ‘Dia de Campo’ estreitou os laços entre academia e sociedade, por meio de interlocuções e esforço mútuo de professores, estudantes e técnicos-administrativos”, atestou.

O estudante João Vitor Campagnini, do oitavo semestre de Agronomia, narrou as impressões na atividade. “Pude me atualizar em relação às novidades do mercado em diversos aspectos, como manejo, cultivares e adubação, além de novos equipamentos”, prosseguiu.

Do quinto semestre de Agronomia, o estudante José Vitor Carriel Belleza, afirmou que iniciativas como esta agregam conhecimento. “Isto é muito importante para nosso futuro, pois enriquece nosso aprendizado por meio do contato com novas tecnologias”, concluiu.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai Emanuel tem várias denúncias por corrupção
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114