» mais
Comentar           Imprimir
Educação
Sexta, 13 de abril de 2018, 04h31

IL recebe aula inaugural de Português como Língua Estrangeira


Estudantes estrangeiros de graduação e pós-graduação estiveram presentes na aula inaugural do projeto Português como Língua Estrangeira (PLE), na última quarta-feira (11), no Instituto de Linguagens da Universidade Federal de Mato Grosso (IL/UFMT). O evento contou com apresentações culturais e comidas típicas de Mato Grosso e do Brasil.

Durante a solenidade de abertura, a Pró-reitora de Ensino de Pós-Graduação (Propeg), professora Ozerina Victor de Oliveira, destacou que a oferta do PLE é recente e o caracterizou como uma conquista dos professores, do IL e dos estudantes estrangeiros. Também citou a importância do projeto para a internacionalização da Universidade. “A internacionalização tem sido um dos principais indicadores de qualificação da Universidade, especialmente dos programas de pós-graduação. Sem esse curso, esse processo ficaria deficitário, então o PLE tem um papel importante na qualificação dos programas de pós-graduação”, afirmou.

A coordenadora do projeto, professora Flávia Botelho Borges, explica que as turmas do PLE são formadas depois de um nivelamento dos estudantes que chegam e que, em 2018, foram formadas quatro turmas do idioma e mais uma voltada para oralidade, no formato de debate de filmes brasileiros. “As turmas ofertadas começam no nível bem básico e vão até o nível B1, que é o que esses estudantes precisam para desenvolver suas práticas sociais e para a vida universitária. Existe um pouco mais de cobrança, porque os estudantes da pós-graduação precisam escrever suas dissertações e teses em português e também se preparar para a prova de proficiência em língua portuguesa do Brasil”, explicou.

O diretor do IL, professor Roberto Boaventura de Silva Sá, disse que o Instituto se sente honrado em poder contribuir com a Universidade e com a sociedade ao receber esses alunos de diversos lugares do mundo. “O PLE é algo de extrema importância para nós e para a UFMT. Aqui oferecemos o aprendizado da língua para esses estudantes e, nesse processo, realizamos intercâmbios de culturas e de perspectivas, o que é algo muito enriquecedor”, apontou.

Entre os participantes estava o estudante do Programa de Pós-graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO), Jose Arispe, da Bolívia. Ele contou que chegou ao Brasil no início de 2017 e que desde então frequenta o curso, o qual ele acredita ser muito importante para sua experiência no país. “A língua é um dos fatores mais importantes para conhecer outra cultura. Com ela você não só se comunica, mas também compreende outros aspectos da cultura, pensamentos e até comportamentos”, disse.

O PLE faz parte do programa Idiomas Sem Fronteiras (Isf), do Governo Federal, que também oferta cursos de espanhol e inglês voltados para a mobilidade acadêmica internacional.

A apresentação cultural foi do professor Roberto Boaventura de Silva Sá, acompanhado de Marinho Sete Cordas e Vinicius Batera. Também compôs a mesa de abertura a Assessora de Parcerias Internacionais, Joira Martins, representando a Secretária de Relações Internacionais, professora Irene Cristina de Mello.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114